Farinha de Berinjela

coluna

| Delícias & Delícias

Esse suplemento anuncia melhoras na saúde e perda de peso. E você ainda pode fazer em casa!

Devido ao seu alto teor de fibras, a farinha estimula a saciedade, reduzindo assim a sensação de fome e auxiliando na compulsão alimentar, o que facilita a perda de peso. Auxilia na redução das concentrações de LDL (mau colesterol) e triglicerídeos, alterações metabólicas comuns entre os obesos. É também uma ótima aliada para regularizar o funcionamento intestinal, além de favorecer o bom funcionamento dos rins. Seu uso constante diminui ainda o risco de doenças metabólicas, entre elas, o diabetes tipo 2 e o excesso de ácido úrico.  A prática de uma atividade física também deve ser considerada.

O consumo da farinha é muito simples e de fácil adaptação. Ela pode ser adicionada a praticamente qualquer tipo de alimento, como iogurtes, sopas, frutas. O ideal é ingerir 14g. (quatro colheres de sopa) por dia.

 A única recomendação é o aumento da ingestão de água devido à grande quantidade de fibras da farinha, que absorvem água do organismo para exercerem suas funções. Caso esse consumo não seja ampliado, o corpo tende a sofrer com prisão de ventre.

 

Receita

Em uma assadeira, coloque 1 quilo de berinjela com casca e cortada em fatias. Em seguida, leve ao forno a uma temperatura média de 160ºC por 2 horas ou até o legume ficar crocante e desidratado. Por fim, triture a berinjela no processador ou no liquidificador no modo pulsar. Deve ficar com aparência de farinha de mandioca e ser acondicionado em um pote bem vedado e armazenado em local arejado para que suas propriedades sejam preservadas. Tem validade de 3 meses.

 

Pratos ganham novo perfume com o ALECRIM

Esta erva valoriza demais os alimentos e pode ser encontrada fresca, em mercados e feiras, e seca, em supermercados. Veja como é fácil e gostoso aprender a usá-la.

 

Frango ao Alecrim

 

Ingredientes: 1 frango de 1 ½ quilo, 1 limão cortado ao meio, sal e pimenta-do-reino a gosto, 1 cebola média, 1 dente de alho grande, ramos de alecrim, 1 colher (chá) de amido de milho, ½ xícara de caldo de galinha.

 

Preparo: Lave e seque o frango. Esfregue por dentro e por fora com o lado cortado de ½ limão. Salpique a cavidade do frango com sal e pimenta-do-reino. Coloque na cavidade também a cebola, o alho e dois galhos de alecrim ou 1 colher (chá) de alecrim seco.

 

Coloque o frango em uma assadeira untada com óleo. Coloque um galho de alecrim entre cada asa e o peito. Respingue com o suco de ½ limão e polvilhe com sal e pimenta-do-reino. Leve ao forno preaquecido moderado por 1 ½ hora ou até que esteja bem assado. Prepare um molho com o caldo de galinha e o amido. Coloque os pedaços de frango numa travessa e cubra com o molho.

 

Batatas com Alecrim

 

Ingredientes: 1 kg de batatas bem lavadas, cortadas em fatias finas, ¼ xícara de azeite, 1 ½ colher (chá) de sal, 3 colheres (sopa) de alecrim fresco, picado ou 1 colher (sopa) de alecrim seco.

 

Preparo: Coloque as fatias de batata numa vasilha. Junte o azeite e o sal. Misture bem e espalhe numa forma refratária ligeiramente untada com azeite. Polvilhe com o alecrim. Cubra com papel alumínio e asse em forno moderado preaquecido por uns 30 minutos. Retire o papel e asse por mais 10 minutos até que a batata esteja bem macia.

 

nutrição

Água e Nutrientes

Nos dias quentes não podemos esquecer de repor a água e os nutrientes que perdemos através da transpiração e do esforço físico. Quando se transpira demais, perde-se minerais como potássio, zinco e vitaminas hidrossolúveis como a C e do complexo B. Para a reposição desses nutrientes devemos incluir em nossa dieta alimentos como: grãos integrais, carne de boi, frango e leite (ricos em zinco), batata, tomate e banana (ricos em potássio), cereais integrais, legumes, fígado de boi e carnes vermelhas (ricos em complexo B), frutas cítricas e vegetais verde-escuros (ricos em vitamina C). Por outro lado temos que dar atenção especial aos líquidos que vamos ingerir. Sem dúvida devemos tomar bastante água e suco de frutas frescas. Os sucos industrializados costumam ter açúcar e conservantes em excesso. É importante aumentar o consumo de frutas frescas, que contêm cerca de 80% a 90% de água e, em sua maioria têm poucas calorias e muitas fibras e vitaminas. As bebidas isotônicas são mais indicadas para atletas, podendo ser consumidas por quem não pratica esportes desde que com moderação.

Cereais integrais, frutas, verduras, arroz, feijão e batata são ricos em carboidratos complexos, ótima fonte de energia e essenciais para regular a quantidade de açúcar no sangue, evitando a hipoglicemia (falta de açúcar no sangue, que pode ter como causa, entre outras, a má alimentação e gasto excessivo de energia).

Os carboidratos simples, por serem rapidamente absorvidos, desestabilizam a taxa de açúcar do sangue, oferecendo somente picos de energia. Devem ser portanto evitados: o açúcar e os doces em geral.

  Um mínimo de gordura é necessário ao organismo, mas devemos dar preferência às ricas em ácidos graxos polinsaturados, como óleos e gorduras vegetais, pois são mais saudáveis e não aumentam as taxas do colesterol sanguíneo.

A ingestão de sal, deve ser controlada para evitar retenção hídrica e um consequente edema (inchaço).

Para facilitar a digestão, é bom fazer refeições pouco volumosas várias vezes ao dia (de 4 a 6 pequenas refeições), compostas de carnes magras, queijos brancos, leite desnatado, verduras, legumes, frutas, cereais e leguminosas. Refeições muito volumosas ou compostas por alimentos ricos em gorduras (queijos amarelos, manteiga, leite integral, carnes gordas, frios, embutidos, banha, frituras), massas ou doces muito elaborados são de difícil digestão, sobrecarregando o sistema intestinal e causando uma sensação de moleza e sonolência.

 

Comente com o editor

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste