COTIDIANO

É preciso que a mulher seja valorizada e respeitada sempre

  • 25/06/2019 04:00

Lugar de mulher é no espaço que ela quiser. Vivemos em um momento em que o empoderamento feminino é forte, tem voz e vem se fortificando cada vez mais. Não é sobre ser mais que o homem. É sobre fazer o que bem entende em relação à própria vida!

O futebol feminino ganhou uma força jamais vista antes. A seleção entrou em campo com muito mais garra e determinação, conquistando ainda mais o coração dos brasileiros. O verde e amarelo ganhou destaque, as televisões foram colocadas nos canais dos jogos e as vibrações tomaram conta dos torcedores. Nada ainda comparado à euforia de uma Copa do Mundo masculino, mas já é um grande avanço para um sexo que, um dia, foi proibido de jogar nas quatro linhas.

Ao ser derrotada da Copa do Mundo, ao perder para a França, no domingo, a maior jogadora da seleção feminina – e do mundo – deu o seu desabafo, com lágrimas nos olhos: “É isso que peço para as meninas. Não vai ter uma Formiga para sempre, uma Marta, uma Cristiane. O futebol feminino depende de vocês para sobreviver. Pensem nisso, valorizem mais. Chorem no começo para sorrir no fim”. É preciso mais. Sempre mais. Mulheres merecem respeito e incentivo sempre. O futebol feminino é apenas um exemplo de como é preciso estimular e apoiar as mulheres em suas decisões.

Este diário também traz hoje, uma entrevista especial com Adiane Mitidiero, uma empreendedora social, com projetos 100% voltados para as mulheres. Mãe, dona de casa, empreendedora, explica sabiamente a importância de a mulher valorizar e ser valorizada. Sempre!