AI da SAP: Molho de salsichas com adaptadores seriam entregues na P2

Foto: AI da SAP: Molho de salsichas com adaptadores seriam entregues na P2

FLAGRANTES

Agentes impedem entrada de ilícitos na P2, em Venceslau

Em um dos casos, mãe de sentenciado tentou entrar na unidade prisional com adaptadores eletrônicos escondidos dentro de molho de salsichas

  • 21/05/2019 18:30
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

Agentes de segurança da Penitenciária Maurício Henrique Guimarães Pereira, P2 de Presidente Venceslau, impediram que duas mulheres entrassem com materiais suspeitos na unidade prisional durante visitas aos sentenciados. Segundo a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária), os detentos foram isolados e respondem a procedimento disciplinar para apurar a cumplicidade dos que receberiam materiais ilícitos.

Os flagrantes ocorreram quando os portões foram abertos aos familiares que, semanalmente, visitam os presos. No sábado, a mãe de um detento foi impedida de entrar na penitenciária com um saco de salsicha em molho. Isso porque, conforme a pasta, dentro das salsichas cozidas havia dez adaptadores de aparelhos eletrônicos. Diante do flagrante, a mulher foi retirada da unidade e impedida de fazer a visita.

No dia seguinte, os agentes surpreenderam uma mulher tentando entrar na unidade prisional com um frasco de desinfetante. O objeto chamou a atenção e, em vistoria minuciosa, constataram que se tratava de bebida alcóolica. No entanto, não foi identificado o tipo do produto.

Em todos os casos, a Administração Penitenciária registrou boletim de ocorrência e, devido aos flagrantes, as duas visitantes foram suspensas do rol de visitas.