ROUBO

Bandido armado invade relojoaria no cento de Prudente

Homem conduziu funcionária aos fundos do estabelecimento com a arma de fogo apontada nas costas; um indivíduo foi detido, no entanto, as vítimas não o reconheceram

  • 12/06/2019 18:12
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

No começo da manhã de hoje, um homem armado entrou em uma relojoaria no centro de Presidente Prudente, rendeu os funcionários e roubou dinheiro e pertences da loja. Duas pessoas ficaram presas dentro de um banheiro durante a ação. Um indivíduo suspeito de ter praticado o crime foi detido, no entanto, as vítimas não o reconheceram. A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) foi acionada e deverá analisar as imagens do circuito de monitoramento do estabelecimento.

No boletim de ocorrência registrado na Central de Flagrantes, a vendedora da loja prestou depoimento e relatou o fato. De acordo com vítima, o fato ocorreu por volta de 8h50. Enquanto estava atrás do balcão, percebeu que um homem “com boa aparência” entrou na relojoaria, portando uma bolsa transversal. De maneira imediata, anunciou o assalto e pediu para que ela ficasse quieta.

Naquele momento, tirou uma arma de fogo que estava na cintura e apontou em direção à mulher. Durante a ação criminosa, o bandido colocou a arma nas costas da vítima e a conduziu ao fundo da loja até chegar a uma sala em que estava o proprietário do estabelecimento. Segundo o relato, o assaltante a empurrou numa cadeira, o que resultou em queda ao solo.

Trancados no banheiro

No depoimento prestado à polícia, a funcionária disse que o ladrão estava “bastante nervoso” e ordenou que os rendidos entregassem os aparelhos celulares. Ainda, abriu a bolsa que estava com ele e determinou a entrega de todas as joias. Conforme a Polícia Civil, foram entregues semijoias e joias em prata, pulseira de ouro de uma cliente que estava no conserto, bem como a quantia de R$ 400. O valor do prejuízo ainda não foi estimado.

Depois de subtrair os objetos, o assaltante levou as vítimas para dentro de um banheiro e as deixou trancadas. Ele fugiu e tomou rumo ignorado. Uma testemunha ouvida pelos policiais escutou os pedidos de socorro das vítimas e conseguiu acionar a polícia. Elas já haviam sido libertadas por outro funcionário que chegou ao local.

 

Suspeito detido

Em patrulhamento pelo calçadão da Rua Tenente Nicolau Maffei, a Polícia Militar ouviu pessoas e soube que um rapaz com as mesmas características do bandido estaria correndo pelo calçadão, e entrado em uma loja. Durante varredura pelo estabelecimento, o indivíduo foi encontrado tentado se desfazer da calça jeans dentro do lixo.

De acordo com a polícia, ele negou o envolvimento no crime e alegou ter corrido porque havia consumido entorpecentes momentos antes. A troca da roupa seria para despistar os policiais, conforme informou. Diante dos fatos, foi conduzido à Central de Flagrantes, no entanto, as vítimas não o reconheceram como autor do crime. Ele foi liberado após a apresentação.