18 de setembro de 2013 às 08h53 - Região
Imprimir
RSS

2 morrem e 7 ficam feridos em acidentes de trânsito

por João Paulo Tilio-DA REDAÇÃO

Ele dirigia um veículo pela Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), em Tarabai, o qual bateu de frente em outro carro.

 

Dois homens morreram e sete pessoas ficaram feridas em acidentes de trânsito registrados na região, ontem de manhã. Segundo as autoridades, chovia no momento em que ocorreram as duas batidas. As causas serão investigadas pela Polícia Civil. Em uma das colisões, o morador de Uberlândia (MG), Osmar Fedrigo, 57 anos, faleceu. Ele dirigia um veículo pela Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), em Tarabai, o qual bateu de frente em outro carro.

Honda Civic e Hyundai Sonata colidiram de frente, na Assis Chateaubriand, em Tarabai

Por volta das 10h, Fedrigo conduzia um Honda Civic, placas de Uberlândia, sentido Estrela do Norte a Pirapozinho, quando no quilômetro 486 mais 650 metros, bateu contra um Hyundai Sonata, placas de Maringá (PR), o qual transitava na pista contrária. Sônia Marta Ferreira Fedrigo, 58 anos, e Fabiano Kanciani de Almeida, 28 anos, passageira do Civic e motorista do Sonata, respectivamente, ficaram feridos gravemente e foram levados ao Hospital Regional (HR) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo, em Presidente Prudente.

 

Outra morte

Jonathas Souza Prado, 20 anos, veio a óbito depois que o Uno que ele dirigia colidiu frontalmente contra uma Parati, na estrada vicinal Frederico Platzeck, em Panorama. Conforme o delegado Eliandro Renato dos Santos, no Uno estava somente o motorista, e no outro carro, estavam cinco pessoas, entre elas uma criança de aproximadamente 1 ano. Uma mulher teve ferimentos graves e as outras quatro vítimas ficaram feridas levemente.

“De acordo com informações preliminares, um caminhão ultrapassou a Parati e, com isso, o condutor do Uno, que estava no sentido contrário, assustou-se, perdeu o controle de direção, rodou na pista e houve o choque. Com o impacto, um dos veículos saiu da pista e parou em um declive, além do acostamento”, declara Santos.