04 de janeiro de 2017 às 08h38 - Cultura
Imprimir
RSS

Denilson afirma: “a arte transforma o indivíduo e temos muito a oferecer”

por OSLAINE SILVA-Da Redação

Na segunda-feira o Matarazzo começa a receber as inscrições para os cursos do Programa de Formação Sociocultural e Artístico da Secult

 

O assessor da Secult (Secretaria Municipal de Cultura), de Presidente Prudente, Denilson Biguete informa que a partir da próxima segunda-feira, o Centro Cultural Matarazzo começa a receber as inscrições de interessados nos cursos, oficinas e workshops, do Programa de Formação Sociocultural e Artístico da pasta. Segundo ele são mais ou menos 30 vagas para cada atividade que possuem valores e horários diferentes.

“O teatro é uma das primeiras manifestações artísticas do homem, desde os primórdios, mas também tem as artes visuais. O acesso às manifestações artísticas, seja pela formação ou como expectador/apreciador, a arte transforma o indivíduo e temos muito a oferecer”, garante o assessor.

Leozinho comanda a galerinha do contagiante Street dance, um dos estilos disponível para cursos no Matarazzo

As seguintes linguagens disponíveis são: dança (balé, jazz, tem também a dança do ventre praticada originalmente em diversas regiões do Oriente Médio e da Ásia Meridional, dança de salão, street dance), coreografia e ginástica para pessoas acima de 55 anos, pintura em tela e MDF, fotografia artística, acordeon, interpretação teatral, matt pilates, yoga, capoeira, curso preparatório para concursos público, de línguas espanhol, inglês e libras. Além destes que são pagos, a professora Marcia Rosas desenvolverá atividades física e pilates para o público da melhor idade, acima dos 55 anos, gratuitamente, às terças e quintas-feiras das 8h30 às 9h30 e das 9h30 às 10h30.

 

A arte faz a diferença

De acordo com Denílson, a ação cultural se dá também, e, principalmente, pela formação artística do indivíduo. Quando se forma o artista com critérios de excelência, tem garantido a qualidade na produção cultural/artística.

Ele explica que ainda que essa pessoa que acessa um curso de formação artística não resolva exercer tal profissão, ela se torna um cidadão melhor, sociável, crítico. Ou seja, um indivíduo. Conforme ele, a formação artística é fundamental para aquele que pretende entrar no mercado e se tornar um artista e para aquele que tem interesse em apenas ser um indivíduo melhor.

Denilson complementa sua linha de raciocínio explicando que se a pessoa já tem uma profissão definida, já está na faculdade, o acesso a essa formação artística lhe dá uma clareza, melhora sua performance. E os cursos do Programa de Formação Sociocultural e Artístico têm esse objetivo: oferecer esse cardápio com essa diversidade de linguagem (música, dança, teatro, artes plásticas, cursos socioeducacionais), que vem a ser uma gama de possibilidades de melhorar ou descobrir outra profissão que a pessoa quer ser.

“Gosto sempre de dizer aos meus alunos, que todo processo de formação se dá pelo processo de três vertentes, que chamamos de tríade, que é ver, fazer e refletir. Então é importante você levar o seu filho para ver arte, seja ela qual for. A partir disso, ele pode se interessar em fazer arte e aí, após fazê-la, você reflete sobre forma conceitos. Isso que é bacana no processo de formação”, enfatiza Denilson.

 

 

CURSOS E PROFESSORES

Balé - Tamara Barbosa, Fernanda Benvenuto, Denise de Almeida e Tassiana

Jazz – Silvana Freitas e Flávio Adalto

Dança do ventre – Shaia Zurah

Dança de salão – Francisco Ioma

Axé, coreografia e ginástica (acima de 55 anos) – Kinha

Street dance - Leozinho

Pintura (pintura em tela e MDF) – Cido e Maria Sueli

Fotografia artística – Raíssa

Acordeon – Alisson Thales

Interpretação teatral (crianças, adolescentes e adultos) – Denílson Biguete, Thiago Cardoso e Cida Camargo

Matt pilates - Patrícia Gomes

Yoga – Gustavo Casquel

Curso preparatório para concursos público – João Victor Machado Cirino

Capoeira - Juquinha e Toquinho e Ednilson

Espanhol – Tânia

Inglês - Tiago

Libras - Renan

 

Serviço

As inscrições podem ser feitas no balcão da Biblioteca Municipal no Centro Cultural Matarazzo de segunda a sexta-feira das 8h30 às 19h, sábados das 8h30 às 12h30. Mais informações: (18) 3226-3399.