19 de maio de 2017 às 14h58 - Prudente
Imprimir
RSS

Em PP, jurista analisa cenário político nacional

por MARIANE GASPARETO-Da Reportagem

 

Não poderia haver momento mais propício para o lançamento de um livro chamado “O Jogo Sujo da Corrupção” do que em meio a uma crise política envolvendo o presidente da república, Michel Temer (PMDB). Em visita à 29ª Subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), em Presidente Prudente, para o lançamento dessa obra, o professor e jurista Luiz Flávio Gomes aproveitou para analisar o cenário nacional e opinar sobre possíveis desdobramentos.

Arteiro expôs importância do evento diante do cenário político

Ninguém esperava o que ocorreria na noite de quinta-feira: o jornal “O Globo” informou que Temer foi gravado por um dos donos do grupo J&F, proprietário da marca JBS, falando sobre a compra do silêncio do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Temer, inclusive, teria indicado para resolver a questão o deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que posteriormente foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Joesley Batista.

“Ele vai renunciar, pois não há mais ambiente governável nem clima para falar em nome da nação”, afirmou Luiz Flávio Gomes sobre o presidente, que até o início da noite de ontem negava a possibilidade de renúncia. “Com isso, ele perde o foro privilegiado e sai do Supremo, respondendo em primeira instância, exceto por casos que envolvem a Petrobras, que vão para o juiz Sérgio Moro”, acrescenta.

Nesse cenário, eleições indiretas seriam convocadas pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (PT), que assumiria interinamente. Segundo Luiz Flávio, os nomes mais indicados são do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Nelson Jobin, e do ex-presidente da república, Fernando Henrique Cardoso. “Cogita-se ainda trazer alguém do campo econômico só para fazer a transição e segurar até 2018”, afirma.

A reflexão em longo prazo seria em eleições que castigarão duramente políticos corruptos e caciques – os “donos de partidos”. Com isso, abre a possibilidade do surgimento de novas lideranças como de João Dória (PSDB) e Ciro Gomes (PDT). “Os últimos pleitos consistiram em uma polarização entre PT e PSDB, com a Marina [Silva, da Rede] correndo por fora. Agora teremos outros por fora.”

 

Lançamento

Na obra “O Jogo Sujo da Corrupção”, o jurista Luiz Flávio Gomes sugere reforma política, além de colocar a lei como a grande governante. O autor é mestre e doutor em Direito Penal, jurista e professor, possuindo mais de 57 livros publicados, na área jurídica. Atuou como promotor de Justiça, juiz e advogado.

Rodrigo Lemes Arteiro, presidente da OAB em Prudente, reforçou a importância da visita de Luiz Flávio Gomes diante do atual cenário político, por conta do conhecimento sobre investigação criminal e processo forense do palestrante, além de sua luta anticorrupção.