22 de maio de 2013 às 08h43 - Prudente
Imprimir
RSS

Estado abre cadastro para Cartão Recomeço

por Alana Pastorini-DA REDAÇÃO

O programa é uma ação integrada das secretarias estaduais de Desenvolvimento Social, Saúde e Justiça e Defesa da Cidadania.

 

Desde ontem, entidades responsáveis por acolhimento social, reabilitação e reintegração à vida comunitária de dependentes químicos podem efetuar cadastro para participar das ações do Cartão Recomeço. O programa oferecerá mensalmente R$ 1.350 para custear tratamento de usuários de drogas. Inicialmente serão 3  mil  vagas  distribuídas em onze regiões, incluindo Presidente Prudente. O número de vagas para cada entidade será definido por grupo gestor, com base na demanda regional.

O programa é uma ação integrada das secretarias estaduais de Desenvolvimento Social,  Saúde  e   Justiça  e  Defesa da Cidadania.

A secretária de Assistência Social de Prudente, Regina Helena Penatti Cardoso, acredita que a ação intensifica as propostas de tratamento já existentes. “É mais um canal para oferecermos tratamento aos drogaditos, sendo um trabalho articulado entre órgãos, todos em busca de um único objetivo”.

De acordo com a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, uma  vez  definida as instituições, os serviços de saúde das prefeituras farão o cadastramento e o direcionamento dos usuários, de  acordo  com  o  total de vagas disponíveis. O recurso será oferecido pelo período máximo de 180 dias, considerado por  especialistas o tempo adequado para a recuperação do dependente, pontua secretaria.

Como participar

Comunidades interessadas devem acessar o edital por meio o link http://bit.ly/10MeiFz e verificar os requisitos para participar. O processo está dividido em três fases: habilitação, vistoria e credenciamento e publicação. Após apuração dos procedimentos, as mesmas deverão encaminhar os documentos necessários à

Secretaria de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania/Coordenação Estadual de Políticas Sobre Drogas –(Coed), Pátio do Colégio, 148, 3º andar – centro – São Paulo/SP, CEP 01.016-040.

Segundo o ato oficial, após verificação da documentação, o grupo gestor procederá análise e avaliação e emitirá parecer conclusivo ou circunstanciado indicando, se necessário,  plano de melhorias.

 

Regiões favorecidas

As outras dez regiões beneficiadas são Diadema, Bauru, Campinas, Osasco, Ribeirão Preto, Santos, São José dos Campos, São  José  do Rio Preto, Sorocaba e Mogi das  Cruzes.