Coronavírus e mudança de hábito

EDITORIAL - DA REDAÇÃO

Data 18/03/2020
Horário 04:29

A pandemia do coronavírus trouxe mudanças drásticas na vida de toda a população. O trabalho, a escola, a faculdade, os eventos esportivos e culturais, as atividades em igrejas e tantas outras ações foram afetadas diretamente. Muitas informações corretas e tantas outras desencontradas. O que vale enfatizar é que a prevenção é a melhor maneira de ajudar a acabar com esse vírus aterrorizante.

Os governos federal, estadual e municipal têm adotado medidas drásticas para a contenção deste novo vírus. Teoricamente, tudo precisa ser parado para tentar frear a proliferação do coronavírus.

Já há registro de morte por conta desta doença, até pouco tempo desconhecida. Ontem foi confirmado, na capital paulista, o primeiro óbito relacionado à Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Trata-se de um homem de 62 anos, com doenças crônicas (como diabetes), sem histórico de viagem. O paciente foi internado em 14 de março, na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um serviço privado, e o óbito ocorreu na segunda-feira. Outros quatro óbitos estão em investigação.

Como publicado na edição de hoje deste diário, na região, por exemplo, três cidades, até então sem suspeitas, agora também investigam quatro possíveis incidências da patologia. São elas: Junqueirópolis, Presidente Venceslau e Ouro Verde. Aliado a isso, na maior cidade do oeste paulista, Presidente Prudente, que já concentrava o maior número de suspeitas, o número saltou de 19 para 40. Agora, são 49 em âmbito regional, mas sem nenhuma confirmação.

Porém, a população, precisa e deve ser a maior propagadora de conscientização neste sentido. Não adianta utilizar deste cenário e passar a se reunir, realizar festas, viajar. É preciso ficar em casa. Sair o mínimo possível, só em caso de extrema necessidade mesmo.

Os idosos – conhecidos pela sua teimosia – necessitam entender que é fundamental eles ficarem reclusos por este tempo. É questão de prevenção da própria vida, o maior dom que Deus nos deu.

É chegado o momento de cada um orar a Deus para que esse caos passe o mais breve possível e todas as pessoas voltem a sua rotina normal.

Publicidade
eixosp

Veja também