Fique de olho

Sandro Villar

O Espadachim, um cronista Black & White

CRÔNICA - Sandro Villar

Data 25/11/2021
Horário 05:30

Fique de olho, estamos de olho, durma com um olho aberto, olho vivo, olho no preço, olho no prazo de validade e tantas outras expressões populares recomendam atenção máxima diante de uma situação anormal, como a que vivemos atualmente.
E, no olho do furacão, está o olho. Ou os olhos, caso prefira no plural. "Fique de olho naquele sujeitinho. Ele não é orquídea que se cheire", recomenda alguém a um amigo ou parente. Nada mais do que um aviso para você tomar cuidado com o tal sujeitinho. Por isso, não fique sujeito a isso.
Quando um grande escândalo é descoberto, principalmente na área financeira, a mídia divulga e manda ver o famoso "estamos de olho" no fim da reportagem. Ou seja: vai continuar na cola dos suspeitos, o que é perfeitamente normal.  
Vai continuar acompanhando o "acontecido", mas, às vezes, nem sempre conclui a cobertura do escândalo. Fica no meio do caminho, cobertura pela metade. Sabem como é: interesses podem estar em jogo, aliás, jogo sujo. Ou seria cauda presa?
E a expressão durma com um olho aberto? Uma metáfora que recomenda cautela. Bem parecida com a famosa "o que engorda a boiada é o olho do dono". Só que ele precisa de pasto bom ou de ração boa para ter vacas e bois "obesos". Olho vivo também é equivalente às duas anteriores.
Olho no preço e olho no prazo de validade dizem respeito, é claro, às compras dos consumidores nos supermercados e nas farmácias, para citar dois exemplos. Tem freguês que não olha direito, principalmente o prazo de validade dos produtos. Acaba comprando gato por lebre, se bem que churrasquinho de gato parece não ser tão repugnante. Se hoje tem gente que come até osso, churrasquinho de gato pode ser uma iguaria.
No arremate da crônica, este cara-pálida, como é óbvio, não poderia deixar de citar, sem fazer vista grossa, o célebre olho gordo. O que falar sobre o olho gordo? Ora, dona Aurora, olho gordo também precisa de lipoaspiração.

DROPS

O pulmão faz muito mal ao cigarro.

O coração faz mal ao torresmo.

A maçã do rosto e a batata da perna não são comestíveis.

O calo danifica o sapato.

Pruden Farma, a farmácia do Célio.
Medicamentos em geral e manipulação de fórmulas. Disk-Entregas: 99651-2129 e 3906-1000.
Av. Ana Jacinta, 2.151.
Atende todos os dias até as 22h
 

Veja também