Professora de recreação é homenageada pela Semepp

Maria Angélica Lopes Freitas descobriu sua aptidão pelo atletismo ainda na época da faculdade; em 2016, foi uma das personalidades que participou do revezamento da tocha olímpica

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 02/06/2020
Horário 07:32
Cedida - “Minha família! Meu tudo!”, exclama a professora Foto: Cedida - “Minha família! Meu tudo!”, exclama a professora

Apaixonada por esportes, que aprendeu várias modalidades, sempre gostou muito de basquete, mas descobriu sua aptidão pelo atletismo, na época de faculdade. Em 2016, foi uma das personalidades que participou do revezamento da tocha olímpica em Presidente Prudente. Esta é a homenageada de hoje, no Memória Esportiva da Semepp (Secretaria Municipal de Esporte): Maria Angélica Lopes Freitas, professora de recreação da pasta, esposa de Israel, mãe de Maria Clara, 20 anos e Maria Eduarda, 14 anos. “Minha família! Meu tudo!”, exclama.

Ela recorda com muita alegria os tempos de faculdade até sua formatura em Licenciatura em Educação Física pela Unesp (Universidade Estadual Paulista), no campus de Presidente Prudente, no ano de 1989. Período que fez muitos amigos quais ainda estão sempre juntos, atualmente. E período em que, apesar do pouco tempo para treinar que tinha, por conta dos estudos, chegou a participar de Jogos Regionais e Jogos da Unesp, nas provas de 100 e 200 metros.

“Foi no mesmo ano em que me formei que comecei a trabalhar na antiga Amepp [Autarquia Municipal de Esporte], hoje Semepp, como supervisora técnica desportiva. E por cuidar de toda documentação de atletas, sempre estive em Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior, na organização técnica ao lado do saudoso amigo Jarciro Aleixo Junior, mais conhecido como Juninho, que se foi desta vida muito cedo”, lembra a homenageada.

Histórias dariam um belo livro

Maria Angélica conta que aprendeu muito nos jogos, pois embora vários dias fora de casa, todos formavam uma grande família.“Agradeço imensamente a Deus por tudo em minha vida. Na recreação me encontrei e me realizei. Tenho muito orgulho e prazer em fazer o meu trabalho. Sempre comento que se reunir todos profissionais da Amepp/Semepp, as histórias dariam um belo livro! Tenho gratidão por muitas pessoas ao longo da minha trajetória de trabalho que não seria justo mencionar alguns e nomes e esquecer outros!”, exclama a professora, que está sempre envolvida nas atividades de lazer, como o principal programa que já existe há 30 anos, o Festival de Pipas Raul Albieri de realização de O Imparcial, passeio ciclístico, corridas e caminhadas, além de organização de jogos.

“Esteja sempre com Deus no seu coração. Tudo que você plantar, vai colher. Então plante sementes boas! Se coloque sempre no lugar do outro. Tenha sempre pensamentos positivos. Trabalhe sempre no seu objetivo, tenho certeza que assim vai realizá-lo!”, aconselha a professora. (Colaboração Marcos Chicalé)

Foto: Cedida

Angélica e amigas em um dos momentos de trabalho

 

 

 

Veja também