Publicidade
eixosp

1.846 médicos atuam na região de Prudente

Levantamento do IBGE utilizou dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, com base em dezembro de 2019; estudo visa contribuir para as ações de enfrentamento à Covid-19

REGIÃO - WEVERSON NASCIMENTO

Data 23/05/2020
Horário 04:00
Reprodução - Na região, 1.538 médicos atuam pelo SUS Foto: Reprodução - Na região, 1.538 médicos atuam pelo SUS

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou, recentemente, um mapa que demonstra a quantidade de médicos no SUS (Sistema Único de Saúde) e em hospitais privados por município. Os dados dos recursos humanos são do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, utilizando como base dezembro de 2019. Na 10ª RA (Região Administrativa) do Estado de São Paulo, os 53 municípios que circunscrevem a área (sendo 895.426 habitantes) apresentaram um total de 1.846 médicos. Desta forma, são dois médicos para cada mil habitantes. Do total, 1.538 profissionais são atuantes no SUS. As informações foram geradas em parceria com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) para contribuir com as ações de enfrentamento à Covid-19.

De acordo com o conselheiro do Cremesp (Conselho Regional Medicina Estado São Paulo) em São Paulo e representante do sudoeste paulista, Henrique Liberato Salvador, a 10ª RA conta atualmente com três faculdades de Medicina, sendo Adamantina, Dracena e Presidente Prudente, além de Assis, que também integra o conselho, mas, segundo ele, o número de médicos que se formam nestas instituições ainda detém um coeficiente menor se comparado com outras áreas do Estado. Logo, explica que este número de médicos levantados no estudo não é o suficiente para toda a região. 

Um fator comum para a “ausência” destes profissionais, segundo Henrique Salvador, diz respeito à migração pós-formação, visto que a experiência mostra que de 30% a 40% dos médicos recém-formados ficam na região. Paralelo a este cenário, ele ressalta que é comum os formandos buscarem por especializações em grandes centros, que, muitas vezes, acabam os absorvendo. “Então, é necessário mais pessoal para a região, pois sempre haverá mercado”. No entanto, a presença destes profissionais pode aumentar nos próximos anos, uma vez que da quantidade de instituições de ensino presentes atualmente, três passarão a ofertar formação médica pela primeira vez. 

ATUAÇÃO

NO SUS

A presença menor de profissionais atuando no SUS, segundo o conselheiro, pode estar atrelada à remuneração ou mesmo condições de trabalho. No entanto, reforça que em tempos de pandemia a população e órgãos de governo passaram a reconhecer ainda os profissionais da saúde. “Todos esses profissionais envolvidos são guerreiros e estão dando a própria vida para que a população sobreviva a este período de pandemia. Então, depois que tudo passar, certamente terão olhares diferentes – isso não se resume somente aos médicos, mas todos os envolvidos”.

Recursos humanos do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde

Município

População estimada 2019

Total de médicos

Médicos do SUS

Adamantina

35.068

140

130

Alfredo Marcondes

4.166

4

4

Álvares Machado

24.915

83

82

Anhumas

4.115

2

2

Caiabu

4.191

3

3

Caiuá

5.874

5

5

Dracena

46.793

123

111

Emilianópolis

3.214

3

3

Estrela do Norte

2.766

3

3

Euclides da Cunha Paulista

9.371

8

8

Flora Rica

1.464

2

2

Flórida Paulista

14.640

9

9

Iepê

8.159

10

10

Indiana

4.885

1

1

Inúbia Paulista

3.991

3

3

Irapuru

8.294

3

3

Junqueirópolis

20.679

22

22

Lucélia

21.747

23

21

Marabá Paulista

5.853

4

4

Mariápolis

4.084

1

1

Martinópolis

26.461

34

29

Mirante do Paranapanema

18.259

22

19

Monte Castelo

4.166

1

1

Nantes

3.141

1

1

Narandiba

4.857

4

4

Nova Guataporanga

2.316

2

2

Osvaldo Cruz

32.879

37

24

Ouro Verde

8.562

6

6

Pacaembu

14.197

6

6

Panorama

15.777

6

6

Pauliceia

7.366

8

8

Piquerobi

3.692

3

3

Pirapozinho

27.527

21

17

Pracinha

4.093

2

2

Presidente Bernardes

13.106

10

8

Presidente Epitácio

44.200

37

32

Presidente Prudente

228.743

1.028

806

Presidente Venceslau

39.516

47

32

Rancharia

29.707

22

19

Regente Feijó

20.261

11

8

Ribeirão dos Índios

2.225

0

0

Rosana

16.643

34

32

Sagres

2.432

1

1

Salmourão

5.300

1

1

Sandovalina

4.302

2

2

Santa Mercedes

2.939

0

0

Santo Anastácio

20.878

7

6

Santo Expedito

3.111

1

1

São João do Pau-d'Alho

2.105

3

3

Taciba

6.285

5

5

Tarabai

7.468

3

3

Teodoro Sampaio

23.148

20

16

Tupi Paulista

15.495

9

8

 

895.426

1.846

1.538

Fonte: IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)

Veja também