Foto:

Carnes Nobres

  • 15/05/2019 07:30
  • Delícias & Delícias

O lombo e o filé-mignon ganham acompanhamentos especiais: molhos e ingredientes diferentes, ideais para quem quer dar um toque de criatividade na refeição, sem acrescentar calorias.

Medalhão de Filé Mignon ao Vinho

Ingredientes: 4 medalhões de filé-mignon, sal a gosto, 1 colher (sopa) de mostarda, 1 colher (sopa) de azeite, 1 colher (sopa) de margarina light, 1 cebola média ralada, 1 colher (sopa) de adoçante culinário, 1 xícara (chá) de vinho tinto, 1 colher (sopa) de manjericão fresco.

Preparo: Tempere os medalhões com o sal, a mostarda e o azeite. Reserve na geladeira por 30 minutos. Grelhe os medalhões dos dois lados. Numa frigideira antiaderente, derreta a margarina, acrescente o adoçante e misture bem. Junte a cebola e o vinho e deixe no fogo baixo por 10 minutos. Acomode cada medalhão num prato, coloque porções de molho e finalize com as folhinhas de manjericão.

Lombo com Gengibre e Mel

Ingredientes: 1 peça de lombo magro (mais ou menos de 1 quilo), 1 colher (sopa) de gengibre ralado, 1 dente de alho picado, sal a gosto, 2 colheres (sopa) de vinagre, 2 colheres (sopa) de molho de soja (shoyu), 2 colheres (sopa) de mel.

Preparo: Prepare o molho: em uma tigela, misture o alho, o sal, o gengibre, o vinagre, o shoyu e o mel. Disponha o lombo numa assadeira e espalhe sobre ele o molho preparado. Cubra com papel alumínio e asse em forno médio, preaquecido, por 40 minutos. Tire o papel e deixe dourar por mais 20 minutos.

Sementes da Saúde

Elas fazem parte da alimentação há milênios. Mas, com tantas opções gastronômicas hoje, muitas vezes acabam ficando fora do cardápio.

Conheça as combinações com grãos e outros produtos saudáveis para trazê-las de volta ao prato. Usadas na antiguidade por dezenas de povos, muitas vezes ficam perdidas hoje no meio de uma dieta cheia de gordura, açúcar, realçadores de sabor e outros artifícios. Elas são ainda mais saudáveis se combinadas com parceiros como grãos, frutas e outros vegetais. Os grãos e sementes são alimentos considerados funcionais porque, além de suas propriedades nutricionais, oferecem muitos benefícios à saúde. Juntos, são grandes fontes de proteínas, minerais e outros nutrientes. Diferentes tipos de sementes podem promover a perda de peso, proteger o coração, melhorar a regeneração dos músculos, etc.

Conheça algumas combinações para aproveitar todos os benefícios que as sementes podem oferecer.

Quinoa e Linhaça: esta mistura antioxidante previne doenças cardíacas e auxilia na regeneração muscular. Têm propriedades antioxidantes, que protegem o coração. Acrescente o mix em saladas. Use azeite extravirgem. Consumir 2 a 3 vezes por semana.

Linhaça e Mamão: reduzem a constipação. Riquíssimas em fibras, estimulam o funcionamento do intestino. Elas aumentam o bolo fecal, o que ajuda na eliminação de fezes e gases. A mistura vai bem em sucos e principalmente no café da manhã diário. E aumente o consumo de água. Do contrário, as fibras formam uma “pedra” no intestino, o que dificulta sua eliminação.

Melão, Castanha-do-Pará e Chia: controlam os sintomas da TPM. O melão tem baixas calorias, é fonte de potássio, que ajuda na eliminação da urina, e diminui o inchaço da TPM. A chia é rica em ômega-3, um antioxidante que aumenta a vasodilatação, ajuda na redução de cólicas e na eliminação de líquidos. A castanha-do-Pará é fonte de vitamina B6: leva à produção de  serotonina que diminui a depressão. Rica em selênio, melhora as defesas orgânicas. Consumir como sobremesa ou lanche durante a TPM.

Arroz Integral e Gergelim: reduzem a gordura abdominal e controlam a fome. Rico em fibras, o arroz contribui para o controle da fome. As fibras melhoram o funcionamento do intestino, reduzem o colesterol e ainda evitam picos de insulina. Têm triptofano e reduzem o mau humor. O gergelim contribui para a redução da gordura abdominal. Consumir todos os dias como acompanhamento de carnes magras e também legumes.

NUTRIÇÃO

Dicas para melhorar a DIGESTÃO

 

•           As fibras são as melhores amigas do intestino, pois elas melhoram seu funcionamento. Para isso, deve-se ingerir frutas, legumes e verduras, além dos alimentos integrais.

•           Sem água, porém, acontece o processo contrário. O líquido solubiliza as fibras. Consuma em média 2 litros ao dia, mas não com as refeições, pois haveria diluição de líquidos digestivos.

•           Comer devagar em ambiente calmo e sem TV, livros, etc.

•           Mastigue mais. Os alimentos chegam mais triturados ao estômago, o que facilita a atuação das enzimas digestivas e evita problemas como azia e refluxo.

•           Probióticos são micro-organismos vivos que beneficiam os processos intestinais. Eles estão presentes nos leites fermentados e em alguns iogurtes.

•           Comer rápido também prejudica a digestão.

DICAS DE NUTRIÇÃO

 

•           O betacaroteno aumenta a resistência do organismo às mudanças de estação. As melhores fontes são legumes e frutas amarelos ou alaranjados e os vegetais de folhas verde escuras.

 

•           O alho-poró é rico em substâncias que atuam como descongestionantes do sistema respiratório. É fonte de vitaminas e ferro.

 

•           Laranja, tangerina, goiaba e morango são ricos em vitamina C e reforçam o sistema imunológico. Ajudam na absorção do ferro. Uma das fontes mais concentradas de vitamina C é a acerola. Use e abuse do seu suco.

 

•           A vitamina C é um nutriente que se oxida facilmente na presença de oxigênio e luz. Assim, quanto mais tempo ficar exposta à temperatura ambiente menor será a sua atividade. Ao preparar um suco, procure consumi-lo o mais rápido possível.