COMUNICAÇÃO

OPINIÃO - Walter Roque Gonçalves

Data 09/05/2020
Horário 05:55

Mercado é feito de pessoas que estão com muitas dúvidas e medos neste momento. Por isso, comunicar com os consumidores é tão importante quanto foi antes da pandemia. Segundo o publicitário Mario D’Andrea “pesquisa recente mostra que 86% dos consumidores acham que as empresas devem comunicar como que os seus produtos podem ser úteis nesta crise” este é o grande patrimônio das empresas: a conexão com os seus consumidores. Por isto, cortar bruscamente os investimentos em comunicação pode ser um tiro no próprio pé!

Segundo Luciano Modesto, da Agência Sete, a comunicação está em tudo na empresa. Ela aparece quando a empresa atende um cliente, nas redes sociais, na propaganda boca a boca, na vitrine da loja, atendimento, na comodidade das instalações e assim por diante. Com a pandemia boa parte das vias de comunicação foi interrompida, em especial, as que dependem de contato presencial, mas as que sobraram devem ser amplamente utilizadas, como: veiculação de informações em tv´s, jornais, internet, entre outros.

O empresário, no impulso de reduzir seus custos, tem cortado os investimentos em marketing. Ledo engano, a comunicação é um investimento indispensável, não deveria ser negligenciada. Ainda mais de portas fechadas, a publicidade e o marketing são as ferramentas para comunicar com os clientes. Neste ponto é importante lembrar, que a mudança do cenário econômico também transformou as necessidades dos consumidores. As empresas que se adaptam a esta nova realidade, precisam comunicar para que seus clientes tomem decisões de compra favoráveis.

Os investimentos em publicidade de qualidade, segundo pesquisas, geram R$ 10 reais na economia para cada R$ 1 investido. Então, investir em publicidade de uma forma estratégica e planejada pode ser uma das grandes saídas para enfrentar esta crise de frente e de cabeça erguida. Conhecer a fundo estas mudanças de comportamento dos consumidores e antecipar suas necessidades é o caminho, é preciso mirar no alvo certo para evitar o tiro no próprio pé.  Como diz Mario D’Andrea “comunicação a melhor vacina contra a crise”.

 

 

Veja também