HUB-018 é apresentado a empreendedores

Empresários e acelerados pela Inova Prudente demonstraram otimismo quanto ao espaço, o qual acreditam que será sucesso ao manter os princípios colaborativos da fundação de tecnologia e inovação

PRUDENTE - MARCO VINICIUS ROPELLI

Data 21/02/2020
Horário 05:19
Isadora Crivelli - Alessi demonstra as instalações e diferencias do projeto do HUB-018 Foto: Isadora Crivelli - Alessi demonstra as instalações e diferencias do projeto do HUB-018

À comunidade prudentina e regional, o jornal O Imparcial informou em primeira mão o projeto do novo Polo Digital HUB-018, um “braço” da Fundação Inova Prudente. Na manhã de ontem foi a vez do secretário municipal de Tecnologia da Informação, Rogério Marcus Alessi, acompanhado do prefeito Nelson Roberto Bugalho (PSDB) e do vice-prefeito Douglas Kato Pauluzi (PTB), apresentá-lo aos empreendedores ligados à Inova Prudente (empreendedores, estagiários, empresários, acelerados e afins).

Na ocasião, Alessi aproveitou a oportunidade para reiterar aspectos importantes do espaço, como sua destinação. O local será um centro de residência e apoio a empreendedores: profissionais liberais (business) e empresas de base tecnológica. Contará com programa de incubação, com empresas, projetos, pesquisas e capacitação de jovens e profissionais. Estarão aptos a fazer parte do novo projeto, por exemplo, consultores, peritos, engenheiros, arquitetos, designers e todos que necessitam de um espaço para desenvolver suas atividades empresariais que não requeiram necessidades específicas.

“Queremos dedicar o preenchimento das vagas desse espaço, primeiro, para as empresas que estejam aqui e que necessitam de um espaço a mais”, declarou Alessi. A fala corrobora o que disse o presidente da Fundação Inova, Bruno José Garcia Carnelóss. Segundo ele, os espaços disponíveis no local estão lotados, e este é um dos motivos desta necessidade por um novo polo. As últimas 10 vagas na Inova são destinadas somente àqueles que realizaram o processo de aceleração, ou seja, tenham sido selecionados nos editais e tenham passado, gratuitamente, por um processo de mentoria e capacitação para tornar sua ideia um negócio.

O HUB-018 estará finalizado ainda neste ano, acredita Alessi. O projeto já foi aprovado pela Câmara Municipal e até licitado (a assinatura da Prefeitura com a empresa responsável será nos próximos dias). O secretário enfatiza que a obra tem custo zero aos cofres públicos, visto que as verbas para construção são advindas de convênio com a Caixa Econômica Federal, R$ 5 milhões, e o pagamento da dívida, em 10 anos, será realizado pelos próprios empreendedores, visto que os espaços serão monetizados.

EMPREENDEDORES

ESTÃO ANIMADOS

O empresário Paulo Roberto da Silva Ruiz, 38 anos, iniciou sua carreira empreendedora na Fundação Inova, como um dos acelerados, e hoje colhe os frutos com sua empresa Deerview, especializada em inteligência artificial e sensoriamento remoto. Ele acredita que o novo polo será importante para a evolução das empresas, já que, como um braço da Inova, conservará as ações que possibilitam as ideias saírem do papel.

Compartilha o pensamento de Paulo, a também empresaria Thayse Ribeiro, 24 anos. Sua empresa, a TR Foods, que trabalha com gestão e assessoria na nutrição animal, se desenvolveu na fundação, segundo ela, muito por conta da possibilidade de troca de experiências, da visão comunitária. “Acredito que hoje, em nossa era, o contato pessoal está difícil. O coworking faz a ideia acontecer, a Inova dá a oportunidade de sonhar porque abraça nossa ideia”, ressalta. A partir disso, ela crê que o polo tem tudo para melhorar a cidade, tendo em vista que manterá as relações e parcerias que se demonstram tão frutíferas.

Douglas Kato fez questão de lembrar da importância dos empreendedores nas conquistas de Prudente na área da inovação. “Isso só ocorre porque vocês fazem parte dessa história”, falou. Ele também ressaltou que a tecnologia é a indústria do futuro. “Porque não trazem indústria para Prudente? Primeiro que não temos rios para jogar os rejeitos, ainda que tratados. Porque não trazem montadoras então? Estamos a 80 km do Paraná e do Mato Grosso do Sul e nesses Estados o ICMS [Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] é menor. Esse é nosso futuro, a tecnologia e a inovação”, salienta.

SAIBA MAIS

Serão 2,8 mil metros quadrados, fora as áreas externas de convivência e estacionamento, e que contarão com dois pisos: o térreo para acadêmicos e profissionais liberais, e o superior dedicado às pessoas jurídicas. As obras devem começar em 30 dias, com previsão de entrega para o fim do ano. O local vai abrigar cerca de 100 empresas, desde individuais, que ocupam uma única mesa, até aquelas que exigem uma sala de 30 metros quadrados. O HUB 018 terá cerca de 200 vagas para profissionais liberais e pelo menos 500 acadêmicos poderão ser diretamente atendidos.

Veja também