Arquivo - Sítio paleontológico já recebeu visitas de pesquisadores de diversos países

Foto: Arquivo - Sítio paleontológico já recebeu visitas de pesquisadores de diversos países

DECRETO 30.661

Sítio paleontológico é tombado

Decreto da Prefeitura de Prudente diz respeito ao terreno no Parque dos Girassóis, onde foram encontrados fósseis de aves do período cretáceo, de 70 milhões de anos atrás

  • 27/02/2020 05:18
  • GABRIEL BUOSI - Da Redação

Presidente Prudente conta com um local histórico, um verdadeiro cenário de filme, no Parque dos Girassóis, onde já foram encontrados fósseis de aves do período cretáceo e que viveram por aqui há mais de 70 milhões de anos. Para preservar o ambiente, mas não apenas isso, e sim a história presente nele, é que a Prefeitura publicou na sexta-feira, no Diário Oficial, o Decreto 30.661, que declara, em caráter definitivo, o tombamento da área. “A intenção é que no futuro esse lugar se torne um Parque Paleontológico, permitindo visitações técnicas de estudantes e de toda comunidade”, aponta o perfeito Nelson Roberto Bugalho (PSDB).

Para isso, algumas estratégias vão começar a ser elaboradas pela administração pública, como a busca por parcerias com instituições de ensino superior para a exploração e estudos científicos no local, e o cercamento, nos próximos dias, como forma de proteção da área, cuja finalidade é a de evitar qualquer tipo de depredação no sítio paleontológico.

O documento considera que é de competência do município realizar ações para proteção dos sítios arqueológicos e paleontológicos, tanto com fundamento nas leis ambientais como na legislação de patrimônio cultural brasileiro.

SÍTIO PALEONTOLÓGICO

NO OESTE PAULISTA

Não é de hoje que o terreno recebe visita de pesquisadores para análise dos fragmentos presentes por lá. Em maio do ano passado, por exemplo, pelo menos sete pesquisadores, brasileiros, americanos e argentinos iniciaram novas escavações no sítio paleontológico. À época, o pesquisador e coordenador do Museu de Paleontologia de Marília (SP), William Nava, afirmou que em nível de América do Sul, mas também mundial, o espaço é o mais rico em fósseis de aves da época dos dinossauros.

“Tudo teve início a partir da evidência, em 2004, de que aqui havia pequenos ossos de aves. Desde antão, passamos a trabalhar esse material e concluímos que, de fato, os animais primitivos habitaram a cidade e foram fossilizados”, apontou William na ocasião, o que não é tão comum de se encontrar, como é o caso dos dinossauros, principalmente por serem itens pequenos.