Talita Almada, nutricionista

VARIEDADES - OSLAINE SILVA - Da Redação

Data 10/05/2020
Horário 15:00
Cedida: Talita Almada Foto: Cedida: Talita Almada

A mudança na rotina, causada pela pandemia do novo coronavírus, afeta a vida de todos e gera muitas mudanças na rotina de cada um. E a forma de se alimentar nessa quarentena tem sido bastante evidenciada nas redes sociais com receitas e mais receitas de delícias sendo preparadas. Em casa, o consumo de alimentos é maior pela proximidade da dispensa, da geladeira o que faz com que as pessoas, muitas vezes, comam mais do que o necessário e deixem de ter um estilo de vida saudável? A nutricionista do HR (Hospital Regional) Dr. Domingos Leonardo Cerávolo, de Presidente Prudente, Talita Almada, responde a esta e outras dúvidas.

Qual a importância de estabelecer uma rotina regrada também para a alimentação?
Uma alimentação saudável é essencial para a manutenção da saúde e do bem estar em qualquer situação, porém, nesse momento trará um benefício para o controle da obesidade e doenças crônicas não transmissíveis como diabetes e pressão alta que são fatores de risco para complicações em pessoas acometidas pelo coronavírus. Uma alimentação regrada fornece nutrientes importantes que auxiliam no sistema de defesa do organismo, além de ajudar para um melhor desempenho e produtividade daqueles que tem mantido uma rotina de trabalho e estudos domiciliar.

Mesmo estando em casa, é preciso comer na hora certa? Com que frequência?
Isso é algo muito individual. O acompanhamento nutricional é importante para avaliar qual a melhor rotina e frequência alimentar, levando em consideração os hábitos individuais, gasto energético diário, comportamento alimentar e doenças associadas que necessitem de adequações específicas. Não sendo possível o acompanhamento nutricional, é importante tentar manter a rotina mais próxima do habitual possível, sendo que mais importante do que a frequência com que se come, é a qualidade e quantidade do alimento que se ingere, priorizando as refeições com alimentos naturais.

Como manter uma alimentação saudável durante o isolamento social?
Atitudes simples e eficazes podem auxiliar para manter uma boa rotina alimentar. Devido ao isolamento muitas pessoas estão com uma maior disponibilidade de tempo, o que facilita a organização e preparo das refeições.

- organize horários de refeições e a compra dos alimentos;

- mantenha uma ótima hidratação;

- deixe disponível e já higienizado alimentos in natura como frutas, verduras e legumes, e lave as embalagens de alimentos antes de estocar;

- procure estratégias para controlar as emoções sem recorrer a comida. Respeite suas vontades, mas se atente aos exageros;

- tente manter sua rotina mais próxima do habitual.

- se possível pratique atividades físicas em casa

É natural que as pessoas acabem comendo mais? Por quê?
Sim. O isolamento social para muitas pessoas pode trazer sentimentos de angústia, medo, ansiedade e incertezas, e acaba levando a alterações psicológicas. Se a pessoa não estiver preparada para o enfrentamento da situação poderá usar a comida como recurso de recompensa ou válvula de escape.

Como se adaptar à nova rotina alimentar?
Manter a calma, buscar informações consistentes e de fontes seguras, seguindo as orientações de profissionais capacitados.

Frutas devem ganhar maior atenção? A quantidade é livre assim como as verduras ou não? Por quê?
As frutas são ricas em nutrientes importantes para a manutenção e melhora do sistema imunológico, responsável pela defesa do nosso organismo, e devem estar presentes em uma alimentação saudável. É importante dar preferência para o consumo da fruta in natura ao invés de consumir na forma de sucos ou doces, pois possuem menos calorias, concentram menos açúcar, e preservam mais nutrientes e fibras. Assim como as verduras e legumes, é importante que frutas consumidas cruas ou com casca sejam desinfetadas de forma correta, podendo ser utilizada solução clorada com diluição de 1 litro de água para 1 colher de sopa de água sanitária por imersão, durante 15 minutos.

O que deve ser evitado?
Evite produtos processados e industrializados como mortadela, linguiça, salsicha, bacon, etc; temperos prontos; refrigerantes e sucos artificiais, além de excessos de doces, açúcares, gorduras, frituras e bebidas alcoólicas, pois esses alimentos contribuem para o ganho de peso, aumento do risco e descontrole de doenças como diabetes e pressão alta, podendo prejudicar também o sistema de defesa.

 


 

Veja também