Grêmio Prudente e Azulão fecham fase inicial da Bêzinha

Em duelo de classificados do grupo 2, a equipe prudentina recebe o invicto XV de Jaú, no Prudentão, enquanto o já eliminado, time de Osvaldo Cruz se despede do torneio, também em casa com o Assisense

Esportes - CAIO GERVAZONI

Data 26/09/2021
Horário 06:00
Foto: Julhia Marquetti/Grêmio Prudente
De olho na próxima fase, Grêmio Prudente recebe o XV de Jaú , às 15h, no Prudentão
De olho na próxima fase, Grêmio Prudente recebe o XV de Jaú , às 15h, no Prudentão

Neste domingo, a fase de grupos do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, quarto nível do Paulistão, chega ao final. Às 15h, em seus domínios, OCFC (Osvaldo Cruz Futebol Clube)  o Azulão e Grêmio Prudente vão a campo pela 10ª rodada do grupo 2: no Estádio Municipal Breno Ribeiro do Val, o Brenão, os donos da casa enfrentam o Assisense; no Estádio Paulo Constantino, Prudentão, os mandantes irão para cima do líder invicto XV de Jaú. Na tarde deste domingo, as 30 equipes da Bêzinha entram nos gramados para a definição das chaves. No total, serão 15 partidas simultâneas por todo Estado de São Paulo.
Ao término da última rodada, 16 clubes vão para o mata-mata e 14 dão adeus a competição. As duas equipes da região seguirão caminhos distintos: eliminado, o Azulão começa o planejamento para a próxima temporada. Já o Grêmio Prudente, que segue na competição, vai conhecer o adversário que enfrentará nas oitavas de final do campeonato.  
O Assisense ainda luta para conseguir cavar um lugar na próxima fase. Respirando por aparelhos na quarta colocação do grupo 2, com 10 pontos, o Falcão do Vale precisa vencer e torcer por uma combinação de resultados para terminar como o melhor quarto colocado dos cinco grupos que compõem o certame e avançar para o mata-mata. A possibilidade de classificação é baixa. Neste momento, a Academia Desportiva Manthiqueira, de Guaratinguetá, do grupo 5, possui a melhor campanha entre as equipes que estão na quarta posição de suas respectivas chaves, com 12 pontos. O Cantanduva Futebol Clube também está com o mesmo número de pontos, porém perde no saldo de gols. A frente do clube de Assis, também, estão São Carlos, grupo 3, e Mauaense, grupo 4, ambos, com 11 pontos. 

 

Duelo de classificados
Grêmio Prudente x XV de Jaú. Ambas as equipes já estão classificadas e o duelo servirá de termômetro para o mata-mata. Motivado com três vitórias consecutivas, o Gavião Carcará pode acabar com a invencibilidade do Galo da Comarca, que é líder do grupo 2, com 22 pontos, e, ainda por cima, possui a melhor campanha da Bêzinha: são sete vitórias e dois empates em nove jogos. 
O Grêmio é o terceiro colocado da chave, com 14 pontos. Até aqui, em nove partidas, e somou quatro vitórias, dois empates e três derrotas. Caso vença o XV, a equipe do técnico Luiz Henrique Dalbem, o Epitácio, pode fechar o grupo 2 na segunda colocação, desde que o Vocem, atual vice-líder da chave, com 15 pontos, empate ou perca para a quinta colocada e já eliminada Santacruzense.  
“Devemos estar com nível elevado de concentração e aproveitar as possíveis chances do jogo. Podemos sim ter algumas alterações, porém, tudo dentro de uma normalidade, sempre com muita confiança no grupo de atletas, e visando sempre o resultado positivo”, pontua o técnico. 
Segundo o técnico, além da vitória, "vamos à busca de um excelente desempenho, ganhar e convencer dentro de casa pra aumentar a confiança para o primeiro jogo do mata-mata”, garante o treinador. 

 

Retrospecto do azulão

Com certeza, a temporada 2021 do Osvaldo Cruz Futebol Clube não atendeu a expectativa dos torcedores da equipe. O Azulão, que no ano passado avançou até as quartas de final da Bêzinha, despede-se da competição com uma campanha lastimável. Nas nove rodadas da fase de grupos, a equipe celeste, pela chave 2, foi derrotada seis vezes e conseguiu apenas uma vitória e dois empates. 
À reportagem, o presidente do Azulão, Rubens Romaninii, fez uma pequena análise da fase inicial da Bêzinha. “O campeonato está sendo de um nível bem maior do que dos anos anteriores. Esta primeira fase foi a melhor pelo que eu me lembro. Todas as equipes da nossa região melhoraram. Não teve jogo fácil”, relata. 
Sobre a partida contra o Assisense, no domingo, Romanini aponta. “Agora é jogar o último jogo. Um jogo difícil onde as duas equipes não têm chances. Uma partida muito ruim de se jogar, mas temos que terminar aí [o campeonato]”, expõe. 

O mandatário do Osvaldo Cruz Futebol Clube revela que a pandemia trouxe muitas dificuldades ao clube, principalmente, no aspecto das categorias de base. “Devido a pandemia, todo mundo perdeu as categorias de base, né? Nós perdemos praticamente tudo e agora é começar quase que do zero”, pontua. Para Romanini, os três meses que restam do ano servirão para começar o trabalho para a temporada 2022. “Agora é fazer o planejamento para o próximo ano, que volta a categoria de base e tudo mais ao normal se Deus quiser. Nesses três meses últimos do ano, vamos montar as equipes sub-15 e sub-17 pensando na base e depois no profissional”, frisou. 

 

“Devemos estar com nível elevado de concentração e aproveitar as possíveis chances do jogo. Podemos sim ter algumas alterações, porém, tudo dentro de uma normalidade, sempre com muita confiança no grupo de atletas, e visando sempre o resultado positivo”

Luiz Henrique Dalbem, Epitácio

 

Veja também