3 tentam fugir de penitenciária

Conforme a SAP, eles serraram parte da grade da janela da cela, por onde saíram, mas foram vistos imediatamente por agentes

REGIÃO - THIAGO MORELLO

Data 11/04/2017
Horário 10:47
 

 

Três presos tentaram fugir da Penitenciária Maurício H. G. Pereira de Presidente Venceslau (P2), que opera em regime fechado, na madrugada de ontem, por volta das 3h15. De acordo com a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), eles serraram parte da grade da janela da cela, por onde saíram, mas foram vistos imediatamente por agentes de segurança e policias militares da unidade.

Conforme relatado em nota pela secretaria, membros do GIR (Grupo de Intervenção Rápida) foram acionados durante a ocorrência e, junto com os demais servidores, "renderam os detentos e os encaminharam para o Pavilhão Disciplinar, assim como os outros presos da cela".

Além do registro da fuga, ainda de acordo com a SAP, com um dos presos foi apreendida um corda artesanal de aproximadamente cinco metros e, após uma revista geral na cela, foi localizada uma serra de aproximadamente nove centímetros.

Para averiguação do ocorrido, a Polícia Militar da região foi informada, a fim de abrir um procedimento apuratório disciplinar em desfavor dos presos. O órgão também informa que "a unidade está funcionando normalmente dentro dos padrões de segurança e disciplina da pasta".

 

Regime fechado

Localizada às margens da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), km 623, a unidade foi inaugurada em 1999 e abriga, hoje, 799 carcerários, número abaixo da sua capacidade máxima, de 1.280, conforme informações da secretaria. A unidade, que faz parte das 84 penitenciárias do Estado de São Paulo, abriga e já abrigou líderes de facções criminosas, como o Marcos Willians Herbas Camacho, conhecido como Marcola.

 

Veja também