Adra comemora 13 anos de existência em Prudente

Com o objetivo de desempenhar atividades socioeducativas, a agência já atendeu 7,8 mil pessoas desde o inicio dos trabalhos, em 2002

VARIEDADES - Estevão Salomão

Data 13/03/2016
Horário 09:05
 

Responsável por atender pelo menos 7,8 mil pessoas com serviços assistências desde 2002, a Adra (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais), antigo Cadeca (Centro Adventista de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente), festeja hoje o aniversário de 13 anos de existência em Presidente Prudente. Para comemorar os avanços adquiridos ao longo dos trabalhos socioeducativos ligados ao fortalecimento de vínculos familiares, será realizado às 17h, um culto para celebração e agradecimento, na sede da agência.

Com serviços ligados a oficinas musicais, empreendedorismo, projetos de vida, aulas de violão, dança, informática, artes cênicas, ginástica olímpica e rítmica, além do mosaico estrutural que envolve os processos de socialização, o grupo, composto atualmente por cinco profissionais, atuam diretamente na realidade de 40 jovens de 9 a 18 anos, moradores do município e inclusos à renda baixa, muitas vezes indicados pelo Cras (Centro de Referencia da Assistência Social).

Jornal O Imparcial Diferentes ações são realizadas pelo centro, há 13 anos

De maneira complementar aos ensinos educacionais, promovidos pela rede publica de ensino da cidade, a entidade, que oferece atividades totalmente gratuitas, sobrevive atualmente graças aos recursos provindos da Igreja Adventista do Sétimo Dia, bem como originários de convênio municipal, além de eventos beneficentes e doações da sociedade civil.

A psicopedagoga e coordenadora da Adra, Dayane Maldonado Amaral, 38 anos, explica que após a "lei de reordenamento das organizações assistenciais" instituída no início deste ano, o antigo Cadeca, que desempenhava ações semelhantes às descritas, foi incorporado pela Adra, organização privada, não governamental e sem fins lucrativos, onde em 130 paises é a responsável pela execução de projetos de desenvolvimento comunitário e de assistência humanitária sem qualquer distinção política, racial, religiosa, de idade, sexo ou de etnia.

Através do intuito geral, a instituição oferece também apoio familiar, como a doação de cesta básica aos cadastrados, assim como a realização de eventos específicos, em referência ao Dia das mães, por exemplo. "Realizamos jantares e unimos toda família", esclarece Dayane.

Desta maneira, seguindo o comportamento desde sua fundação, em 2002, a agência conta hoje com um espaço dividido em sala de informática e para aulas teóricas, espaço para refeitório, além de todo espaço para efetivação das atividades propostas, as quais "contam com a atuação de profissionais voluntários e terceirizados".

 

História


Inaugurado no dia 13 de maço de 2002, a então Cadeca já atendia 143 crianças, de 7 a 14 anos e funcionava em período de alternância escolar, permitindo dar apoio aos pais na formação dos filhos e complemento a jornada diária com atividades sócio-educativo. Entretanto, com a mudança, o apoio deixou de ser educativo e passou a ter base na assistência social, nos das de hoje desenvolvido pela Adra. Entidade que teve inicio concomitantemente aos conflitos da I e II Guerras Mundiais quando os Adventistas do Sétimo Dia se mobilizaram para arrecadar e distribuir roupas, alimentos e medicamentos para as pessoas afetadas. Por sua vez, com o passar do tempo, a assistência passou a englobar diferentes regiões do mundo, conseqüentemente, o município de Prudente.

 

SERVIÇO

Como participar


Os interessados em participar das atividades devem ir até a entidade, localizada na Rua Sebastião Tomás da Silva, 263, no bairro Mario Amato. Para mais informações, basta entrar em contato através do telefone, 3909-6444

Veja também