Ajuda especializada

OPINIÃO - Walter Roque Gonçalves

Data 22/05/2021
Horário 04:30

Este é o quarto artigo de uma série de seis disponibilizados semanalmente aos leitores do jornal O Imparcial! Os temas são baseados nos fatores, identificados em pesquisas, que evidenciam as principais causas de insolvência de empresas, como também os pontos que merecem atenção para aumentar as chances de sucesso. O primeiro artigo foi sobre público-alvo; o segundo sobre capital de giro; o terceiro, análise de concorrência; e neste aqui, falaremos sobre a ajuda especializada.
É impressionante a quantidade de empresas que amargam prejuízos e até quebram, cometendo erros que já foram identificados e podem ser evitados. Os erros são combustíveis para crescimento, evolução e inovação, são aliados para o nosso desenvolvimento e aprendizado. Encontrar alguém que carrega experiência e conhecimento especializado é a oportunidade de evitar erros e todas as consequências negativas que estes podem gerar.

É impressionante a quantidade de empresas que amargam prejuízos e até quebram, cometendo erros que já foram identificados

A ajuda especializada pode vir de consultores de empresas que carregam experiência prática e teórica sobre as melhores práticas na condução e gestão de uma empresa. Contudo, buscar ajuda especializada pode ser mais simples ainda. Pode estar numa pesquisa na internet, numa matéria de revista ou jornal, num livro ou mesmo naquele amigo empresário experiente que ficará lisonjeado se receber um pedido de ajuda. As principais dificuldades dos empresários, em especial o pequeno e o médio, são: finanças, vendas, conhecer perfil de seus clientes, mapear processos, motivação de funcionários, liderança, gestão de estoque.
É como diz o ditado: “Ninguém sabe tão pouco que não possa ensinar ou sabe muito que não tem nada a aprender”, todos nós passamos por este processo. É preciso nos abrir para o desconhecido, abrir a mente para o novo que fará a diferença na construção do futuro que tanto nos espera. Enfim, se é possível aprender com os erros dos outros, por que pagar o preço de não aprender com eles?


 

Veja também