Boas notícias reacendem a esperança de que tudo vai passar

EDITORIAL - Da Redação

Data 26/06/2020
Horário 04:15

A informação é um remédio poderoso contra a pandemia. E nosso papel é justamente esse: levar ao leitor, com apurações precisas, entrevistas com fontes seguras, ouvindo sempre os dois lados da história, tudo que vem acontecendo não só na cidade e região, mas também no país e no mundo. Não dá pra fugir do pesadelo do momento. Precisamos mostrar a realidade. O novo coronavírus continua fazendo vítimas. Até o início da tarde de ontem, no Brasil, era mais de 1,2 milhão de casos confirmados. O número de óbitos ultrapassa os 54 mil.

Diariamente, neste jornal, com levantamento feito com as secretarias municipais de Saúde, é divulgada a quantidade de registros da Covid-19 em Presidente Prudente e em todas as cidades que integram a 10ª RA (Região Administrativa). Informamos ainda sobre os suspeitos que aguardam por resultados de exames. Mas revelamos, também e, muitas vezes com destaque, os descartes e o grande número de pessoas que já estão curadas da doença.

Na última semana, a história de José Guedes da Motta, 89 anos, com a foto dele na capa deixando o HR (Hospital Regional Dr. Domingos Leonardo Cerávolo), emocionou muita gente. Após 22 dias internado, o morador de Caiabu venceu a Covid-19 e pode reencontrar a família, em meio a balões, aplausos, olhares de felicidade e até bolo e fogos de artifício pela vitória. Registro mais que merecido.

Na quarta-feira, outra boa notícia também ganhou espaço nas páginas de O Imparcial: a de que os testes em voluntários da potencial vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, tiveram início em São Paulo. Os exames feitos com brasileiros contribuirão para o registro da vacina no Reino Unido, previsto para o fim deste ano. Muitas outras vêm sendo desenvolvidas e testadas pelo mundo e, a cada novidade aqui divulgada, uma luz se acende no coração de quem lê.

Na edição de ontem, noticiamos que seis municípios da região - Monte Castelo, Nantes, Narandiba, Ouro Verde, Sandovalina e Santa Mercedes - seguem sem registros da Covid-19. Conforme os profissionais ouvidos, nada de muito diferente vem sendo feito, a não ser obedecer ao decreto estadual, com ações adotadas para conter o contágio, como o uso de máscaras nas ruas, disponibilização de álcool em gel nos estabelecimentos considerados essenciais e até mesmo intensificação de barreiras nas entradas das cidades. Além, é claro, de cumprir o isolamento social. Exemplos que devem ser seguidos e merecem ser mostrados.

Nem só de notícias ruins se vive em tempos de pandemia. Basta olharmos ao redor para perceber que novas vidas estão chegando, algumas pessoas literalmente renascendo, famílias se unindo, quantos gestos solidários sendo feitos... Que a gente aproveite este período para refletir, valorizar quem está o nosso lado e não percamos nunca a fé e a esperança, pois dias melhores virão! #vai passar!

Publicidade
eixosp

Veja também