Cuide da saúde dos olhos no verão

Oftalmologista alerta que os óculos de sol de má procedência não vêm com o índice ultravioleta suficiente para proteger os olhos, principalmente dos raios UVA e UVB

Saúde & Bem Estar - DA REDAÇÃO

Data 22/01/2022
Horário 08:18
Foto: Freepik
Óculos de sol tem a função de proteger os olhos dos raios ultravioletas
Óculos de sol tem a função de proteger os olhos dos raios ultravioletas

Mais do que seguir as tendências da moda, quem usa óculos de sol deve se lembrar que eles têm a função de proteger os olhos dos raios ultravioletas, por isso, a qualidade das lentes é fundamental. Lentes escuras de má qualidade, sem proteção UV correta, além de não protegerem, pioram a exposição e aumentam os riscos à visão.
O médico oftalmologista Jorge Esteves Neto, explica que os óculos de má procedência não vêm com o índice ultravioleta suficiente para proteger os olhos, principalmente dos raios UVA e UVB. Desta forma, quando não existe essa proteção, o raio UVA, por exemplo, pode atingir ainda mais a retina dos olhos. “Ele pode causar degenerações na retina e retinopatia solar. Muitas vezes, os danos que acontecem na retina são persistentes e ficam para o resto da vida. Dá para melhorar, mas pode fica com alguma sequela”, explica.
Já o dano de UVB ocorre mais na superfície dos olhos, atingindo a córnea e o cristalino, explica o oftalmologista. Na córnea, quando não existe proteção de ultravioleta, segundo o médico, pode causar pterígio e pinguécula, além de aumentar o índice de catarata. Logo, pessoas que utilizam óculos sem essa proteção, acabam tendo um pouco mais de chance de desenvolver esses tipos de lesões.
A orientação para quem utiliza óculos de qualidade pouco confiável, conforme o oftalmologista, é que a pessoa fique sem o objeto. “Quando a pessoa coloca um óculos escuro de má procedência, ele vai dilatar a pupila, e, consequentemente, vai entrar mais raios solares [UVA/UVB] nos olhos. Então, é melhor a pessoa ficar sem óculos, do que com óculos escuro”.

Uso por crianças

O uso do objeto em criança também requer cuidados. Utilizar um óculos de má procedência, na avaliação do especialista, pode afetar os olhos da criança que está em fase de formação da visão. “A criança normalmente não tem a visão 100% logo quando nasce. Ela vai adquirindo até os 6 ou 8 anos de idade. Então, se a pessoa oferece para criança um óculos de má procedência, pode causar nela uma sequela para o resto da vida”. 
Por outro lado, o médico também explica que, com o passar dos anos, “as crianças estão ficando míopes devido à falta de exposição solar”. “Hoje, as crianças ficam mais no celular, tablet e/ou computador, e quando estão nestes aparelhos eletrônicos, estão mais dentro de casa, e, com isso, não têm o sol entrando nos olhos e enrijecendo a parte branca, que é a esclera. Então, normalmente, elas tendem a ficar míopes”.
Caso a criança utilize um óculos solar, a recomeçarão é que o objeto seja de procedência e de marcas confiáveis. Contudo, reforça a necessidade de deixar a incidência solar nos olhos da criança para que a mesma possa entrar e enrijecer a esclera, a fim de não ocasionar miopia.

Foto: Cedida 


Jorge: “Óculos de má procedência não vêm com o índice ultravioleta suficiente para proteger os olhos”

Veja também