Cursos de PP têm nota satisfatória no Enade

Ao todo, 301 discentes da Toledo prestaram a prova em 27 de novembro do ano passado, a maioria (162) do Direito.

PRUDENTE - Iury Greghi

Data 08/10/2013
Horário 07:52
 

O Ministério da Educação (MEC) divulgou ontem os resultados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2012, índice que avalia o desempenho dos alunos das instituições de ensino superior. Em Presidente Prudente, todos os 20 cursos avaliados tiveram um conceito considerado satisfatório, ou seja, atingiram notas que variam de 3 a 5.

O exame do ano passado foi destinado a graduações da área de Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas e áreas afins, além dos eixos tecnológicos de gestão de negócios, apoio escolar, hospitalidade e lazer, produção cultural e design. Na capital regional, participaram da prova estudantes de cinco cursos das Faculdades Integradas Antônio Eufrásio de Toledo, oito da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) e sete da Faculdade de Presidente Prudente (Fapepe/Uniesp). Única universidade pública com campus na cidade, a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista (FCT/Unesp) não possui disciplinas entre as avaliadas nesta edição.

Quatro das 20 graduações submetidas ao exame alcançaram a nota máxima possível: Administração, Marketing, Gestão Financeira e Direito, todos da Toledo. Segundo a diretora acadêmica da instituição, Zelly Pennacchi Machado, esta foi a primeira avaliação de que participaram os cursos de Marketing e Gestão Financeira, já que estes foram inaugurados há poucos anos. Por isso, o resultado obtido por eles junto ao MEC comprova que se tratam de cursos que "já nasceram bem estruturados". Além destes, Machado destaca o desempenho do Direito, que sustentou o conceito máximo, e Administração, que subiu de 4 para 5. "Essa avaliação confirma que os nossos alunos concluem a graduação preparados para enfrentar o mercado de trabalho", comenta. Ao todo, 301 discentes da Toledo prestaram a prova em 27 de novembro do ano passado, a maioria (162) do Direito.

 

Unoeste

A Unoeste, por sua vez, levou 445 alunos de oito cursos a participarem da prova. Destes, três tiveram avaliação 4 (Jornalismo, Psicologia e Turismo). O restante obteve conceito 3. "Todos os cursos avaliados no Enade atenderam aos requisitos de qualidade propostos pelo MEC. Vale lembrar que a Unoeste investe constantemente em infraestrutura física e pedagógica, titulação do corpo docente, além do fortalecimento das ações de ensino, pesquisa e extensão", diz o pró-reitor Acadêmico, José Eduardo Creste. Finalmente, a Fapepe/Uniesp alcançou índice 3 em todas as sete graduações avaliadas.

De acordo com o Ministério da Educação, o Enade funciona em ciclos, avaliando os estudantes quando ingressam na educação superior e quando concluem seus cursos. Foram avaliados no Brasil 7.228 cursos de 1.646 instituições de educação superior. O número de avaliações satisfatórias representa 68,3% do total, enquanto 30% foram insatisfatórios. O percentual restante (1,8%) corresponde a cursos sem conceito, ou seja, que não tiveram avaliação por ausência dos alunos.

 

 

 

Veja também