Elias

Persio Isaac

CRÔNICA - Persio Isaac

Data 04/10/2020
Horário 08:00

Conheço o Elias desde os tempos da lendária Escola de Samba Malacos do Tênis. Seu grande sonho era ser jogador de futebol, seu grande prazer e lazer era andar de skate nas ruas do Jardim Brasília da nossa aldeia sagrada. Seu pai trabalhou nas caldeiras da antiga Sanbra, sua mãe era a "senhora dona do lar", como ele gosta de falar.  
Elias foi crescendo e seus sonhos foram se transformando, queria agora trabalhar com artes. Ele sempre foi muito religioso e acredita no poder da fé. Carrega uma grande tristeza que foi a perda precoce do seu irmão Orlando. Com sua fé se mudou para São Paulo. Estranhou a solidão da cidade grande. Trabalhou como estoquista em uma grande rede de supermercado. Tem uma eterna gratidão por uma família de japoneses que o acolheu como um filho. Morou com essa família de japoneses. Sr. Takao Kusuno o ensinou que a vida é disciplina e dona Felicia Ogawa mostrou que não existem tinturas nos corações, somente as peles é que são feitas de cores. 
Elias sente muita saudade da sua sagrada aldeia e pede a Deus que escute suas orações. Aos 49 anos, retorna a Prudente com um forte desejo de conseguir uma casa própria. Já não tinha seus pais. Não teve em sua vida desilusões amorosas. Me conta que na sua juventude teve uma paixão. Um homem não pode passar por essa vida sem uma paixão, diz ele. 
Em 2015, um sorteio de 2.345 casas iria acontecer. Um bairro iria nascer, a esperança iria se chamar João Domingos Netto. Milhares de pessoas pobres como Elias sonhavam com a casa própria. Elias reza e pede a Deus mais uma vez que escute as suas preces. No dia do sorteio, no estádio do Prudentão, havia mais de 10 mil pessoas com esperança em conseguir a tão sonhada casa própria. Elias está entre elas. São 2.345 casas para sortear para mais de 10 mil pessoas. O sorteio começa sob forte calor. Elias está confiante. O tempo vai passando e a angústia dessas milhares de pessoas vai aumentando em não ouvir seus nomes anunciados nos altos falantes. 
De repente o nome Elias é anunciado no sistema de som. Tinha entre essas 10 mil pessoas sete homens com o nome de Elias e somente dois foram sorteados. Elias era um deles. Ele explode de alegria, um filme passa pela sua cabeça em questão de segundos, pensa no seu querido irmão, seu pai, sua mãe, Sr. Takao, dona Felicia e nos ensinamentos que recebeu, ergue seus braços para o céu e diz: "Obrigado meu Deus por escutar as minhas preces".

Veja também