Enfermeira de Osvaldo Cruz é a primeira a ser vacinada na região de Prudente

Paloma Campanari tem 23 anos e atua na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinada aos cuidados com a Covid-19 na Santa Casa do município

REGIÃO - GABRIEL BUOSI

Data 20/01/2021
Horário 10:24
Foto: Prefeitura de Osvaldo Cruz
Paloma recebeu a vacina na manhã de hoje, em Osvaldo Cruz
Paloma recebeu a vacina na manhã de hoje, em Osvaldo Cruz

“Estou emocionada, me sinto grata e creio que tudo vai melhorar a partir do início dessa vacinação”. É com essas palavras de esperança que a enfermeira Paloma Campanari, 23 anos, descreveu a sensação de ser a primeira pessoa a ser vacinada no oeste paulista, na manhã de hoje. A profissional trabalha na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinada aos cuidados com a Covid-19 na Santa Casa de Osvaldo Cruz, que foi o primeiro município da região de Presidente Prudente a iniciar a campanha de imunização. 

Paloma ressaltou que recebeu com alegria a notícia de que seria a primeira da cidade a ser imunizada, na região, e disse ainda que depois de “momentos difíceis vividos durante a pandemia”, para ela e para todos, saber que o imunizante já está disponível na região de Presidente Prudente traz sensação de alívio. “É uma batalha que precisamos enfrentar a cada dia. Nada mais justo do que as pessoas que trabalham na linha de frente serem vacinadas nesta primeira fase, o que traz sensação de ansiedade, alegria e gratidão”, esclareceu. 

Sobre a atuação dela durante a pandemia, Paloma lembrou que a Covid-19 é uma doença “muito injusta”, que impede muitas famílias de darem o último adeus aos seus entes que partem por complicações causadas pelo vírus, o que fez com que os profissionais humanizassem todo o trabalho. 

“Estamos todos angustiados, então precisamos adequar o serviço prestado. Por fim, deixo o recado de que a vacina não é a salvação, precisamos de um esforço coletivo, já que depende de nós, para continuar com todos os cuidados e recomendações de saúde”. 
 

Veja também