Garimparisos busca parceiros para implantação do IntegrArte em 2014

Ao lado de Mendes, está Nadi Elias na idealização, elaboração, coordenação e produção deste projeto.

VARIEDADES - Oslaine Silva

Data 19/12/2013
Horário 09:34
 

O ator e diretor da Companhia Garimparisos, Hannaell Mendes, está em busca de colaboradores para a implantação de um novo projeto, denominado IntegrArte "Um Pontinho de Arte". Estes podem ser empresas, pessoas físicas e até entidades. O empreendimento tem como objetivo promover a integração da comunidade com a arte e, por sua vez, da arte com a comunidade, através de oficinas de teatro gratuitas para moradores da zona oeste de Presidente Prudente e bairros adjacentes.

"Queremos atender aquelas pessoas que não conseguiram integra-se em nenhum dos projetos oferecidos pelo município. E a questão do incentivo ‘direto’, que é o que buscamos, é uma modalidade já bastante exercida no exterior e aqui no Brasil em algumas grandes capitais", expõe o coordenador do projeto.

Jornal O Imparcial Mendes e Garzo estiveram em O Imparcial, nesta semana, para divulgar as ações do projeto

Segundo ele, a ideia é atender de 30 a 50 crianças a partir de 7 anos, adolescentes e jovens e, para isso, o custo para viabilização do projeto está orçado em R$ 2 mil mensais pelo período de oito meses, somando um montante de R$ 16 mil. "O ideal é que sejam dez colaboradores participando com a oferta integral no valor de R$ 1,6 mil ou mensal de R$ 200 pelo período de oito meses. Aos interessados em fazer parte dessa ação de incentivo cultural e social da comunidade, basta entrar em contato conosco via e-mail ou pessoalmente que apresentaremos todo o projeto", fala o coordenador.

Mendes esclarece que os que aderirem ao projeto estarão auxiliando em algo concreto, onde a Garimparisos já disponibiliza aos atendidos todo o espaço físico (Espaço Garimparte) para as oficinas, capacitação técnica e profissional de psicólogos, estudantes de Psicologia, professores de teatro, profissionais de marketing, entre outros.

"Além de sua contribuição adicional à formação desses jovens, o apoiador parceiro terá sempre sua logomarca exposta tanto nos uniformes dos alunos, quanto em banners e nas apresentações finais das atividades, divulgando sua marca em convites, cartazes e em matérias da imprensa em geral , entre outras", expõe. Ao lado de Mendes, está Nadi Elias na idealização, elaboração, coordenação e produção deste projeto.

 

Plano social

Mendes conta que ao final das oficinas, serão produzidos dois espetáculos e/ou exercício dramático a serem apresentados em formato de mostra, com apresentações a preços simbólicos de no máximo R$ 5 para a comunidade local, além de promover uma breve temporada com outras duas apresentações de cada espetáculo e/ou exercício dramático produzido a alunos de escolas públicas (ensino fundamental e médio) e entidades assistenciais a preços simbólicos de R$ 2. Totalizando ao final dos oito meses de trabalho, seis apresentações à sociedade em geral.

 

A arte

Conforme o ator e diretor de teatro, esta arte é utilizada como instrumento de aprendizado que desenvolve e constroi opiniões contribuindo na formação de perspectivas para o futuro do praticante. Sendo especialmente uma ferramenta importante na formação e desenvolvimento de crianças e adolescentes, considerando-as como ser que pensa, sente e faz. Seja no aspecto pedagógico ou artístico, assistindo ou encenando, o teatro auxilia na formação destes e em seu crescimento cultural.

"O teatro alimenta-se de vida e esta de teatro. Viver de arte nos faz mais próximos da realidade. Trazer nossa arte como instrumento de cidadania é culturalmente em potencial. Através dele discute-se desde histórias infantis a questões políticas, proporcionando tanto aos atores quanto ao público, a oportunidade de participar de maneira mais consciente da sociedade a qual pertencem", enfatiza.

E ele afirma que o projeto preocupa-se com a composição de uma ação que permita que o trabalho da companhia chegue a essas crianças e adolescentes, buscando descentralizar do bem cultural. "Do fazer teatral é possível estimular a criatividade, a interdisciplinaridade, o trabalho coletivo, colaborando e desenvolvendo a pesquisa, o aspecto social, ético, afetivo e cognitivo, refletindo e relacionando dialeticamente as questões cotidianas, buscando a realidade mais ampla do meio em que se vive.

Mendes dá um exemplo de que o teatro influencia até mesmo nas questões profissionais. É ocaso da aluna do curso de Técnico em Informática (TI) da Etec, Isabelli Garzo, que entrou para a companhia em 2011 e vivenciando essa arte acabou por escolher como defesa de seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) aplicar na empresa o marketing digital.

 

Garimparisos

A Companhia de Teatro Garimparisos foi fundada em 2006, tornando-se empresa no ano seguinte registrada com a razão social Garimparisos Teatro e Produções Artística Ltda – ME, registro do dia 19 de outubro de 2007. Em 2011, inaugurou sua sede própria, o Espaço GarimpArt, onde o grupo ministra suas atividades, como oficinas, workshops e realiza seus ensaios, processos de pesquisa e apresentações.

Desde a criação do espaço, a companhia tem como função atuar enquanto produtora, difusora de cultura e arte, formação de plateia, oferecer ao seus colaborados (atores, atrizes, diretores, entre outros) um espaço que possibilite melhores condições para o desenvolvimento de seus trabalhos e pesquisas. E através das oficinas oferecidas aproximar-se ainda mais da população, atingindo assim todos os níveis de classes sociais.

 

Serviço

AOS INTERESSADOS

Para entrar em contado com a Garimparisos pessoalmente, sua sede fica na Rua Noé Azevedo, 108, no Parque Cedral, em Presidente Prudente. Os endereços eletrônicos são: e-mail garimparisos@terra.com.br; blog http://www.ciadeteatrogarimparisos.blogspot.com/; Facebook Espaço GarimpArte e Twitter @GarimpArte. O telefone para contato é o 3906-5638.

Veja também