Marcos Tadeu e Galindo são empossados em PP

PRUDENTE - THIAGO MORELLO

Data 24/02/2018
Horário 14:26

Em meio à presença de secretários municipais, vereadores, servidores públicos e o próprio prefeito de Presidente Prudente, Nelson Roberto Bugalho (PTB), na tarde de ontem, Marcos Tadeu Cavalcante Pereira e Rogério Rufino Galindo foram empossados para as funções, respectivamente, de chefe de gabinete e secretário de Relações Institucionais. A cerimônia aconteceu na sede do poder Executivo.

Pouco a pouco as nomeações foram feitas, a partir da leitura dos decretos, realizada pelo secretário de Administração, Alberico Bezerra de Lima, e a assinatura do documento por parte do prefeito. No primeiro caso, a posse foi dada a Galindo, que até quinta-feira, atuava como vereador pelo PSDB. Em meio à cerimônia, ele expôs que na nova função, quatro palavras sintetizam a atividade que será feita: “transparência, dedicação, lealdade e trabalho”.

Galindo ainda reitera, assim como já disse em outra oportunidade, que aceitou o pedido feito por Bugalho, com a intenção de ser uma ponte e “fortalecer a relação e a ligação entre os poderes Legislativo e Executivo”. Como noticiado por este diário, ele foi o único que voltou a favor do prefeito, no exercício da função de vereador, em relação à denúncia contra Bugalho por conta de supostos erros na licitação do transporte público. Entretanto, deixou claro que uma coisa não tem ligação com a outra.

Antes de ser empossado como secretário de Relações Institucionais, a função era exercida por Marcos Tadeu, que saiu do cargo e foi nomeado como novo chefe de gabinete, ainda ontem. Durante a ocasião, o ex-secretário falou sobre sua trajetória na política, lembrou de sua atuação como chefe da Secom (Secretária Municipal de Comunicação), na gestão anterior, e afirmou que “continuará desempenhando suas funções com dedicação”.

Uma vez que Marcos Tadeu foi nomeado, Feiz Abudd, que anteriormente atuava como chefe de gabinete, saiu da função. Neste cenário entre as trocas, surgiram especulações de que o mesmo seria nomeado como secretário municipal de Finanças. A reportagem procurou a Prefeitura para verificar tal informação, mas a suposta mudança não foi confirmada.

 

Legislativo

Com a saída de Rogério Galindo, quem assume a cadeira vaga na casa de leis é Wellington de Souza Neves, mais conhecido como Wellington Bozo (PSDB). Após a nomeação do ex-vereador como secretário, a Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal reata que “convocará o suplente de sua coligação”. O parlamentar já exerceu a função, aliás, até recentemente, quando saiu do Legislativo após o retorno do ex-deputado federal Izaque Silva. Os três são correligionários.

Não será necessária uma cerimônia de nomeação para Bozo, apenas um convocação, ainda de acordo com a Câmara. “A partir do momento que apresentar a documentação necessária na Casa, Wellington Bozo assume como vereador na suplência do afastamento do titular da cadeira”, finaliza.

Veja também