Publicidade

Novo ciclo a Lucas Henrique: do esporte da Semepp para o comércio

Garoto que como a maioria das crianças sonhava em ser jogador não conseguiu se profissionalizar, mas viveu boas experiências no Departamento de Futebol da pasta

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 16/08/2020
Horário 10:40
Cedida - Lucas Henrique jogou pelo Grêmio Prudente em Bauru nos Jogos abertos, em 2012 Foto: Cedida - Lucas Henrique jogou pelo Grêmio Prudente em Bauru nos Jogos abertos, em 2012

Ele sonhava, como a maioria das crianças, ser um jogador profissional de futebol. Não deu, mas que ele viveu a experiência e muito bem vivida, dentro ou fora dos gramados, ahhhh isso ele garante que viveu. Lucas Henrique Firmino Coelho, 28 anos, formado em Sistemas de Informação, é o homenageado de hoje da Semepp (Secretaria Municipal de Esportes de Presidente Prudente), onde ele começou como atleta na escolinha de formação desportiva. Depois passou a fazer parte do quadro de funcionários no setor de locação de praças esportivas, no Departamento de Futebol. E se desligou no final de julho para prosseguir com sua loja qual mantinha no fundo de sua casa, sendo instalada agora no Parque do Povo.
O jovem comerciante conta com todo apoio dos amigos, e claro, dos pais Espedito Coelho da Silva e Rosimara Firmino Coelho, do irmão Maycon Rodrigo e de sua noiva Ana Virginia. 
Lucas Henrique começou seu sonho de jogador onde já treinava na categoria dente de leite  entre 2004 e 2005. Ele chegou a representar a cidade em várias competições, como os Jogos Regionais, em Dracena, Jogos Abertos da Juventude e Jogos Abertos do Interior em duas oportunidades: em 2010 em Santos, e em 2012 em Bauru, com o time do Grêmio Prudente/Semepp. Também disputou pela pasta como atleta de futsal nos Jogos Regionais, em Dracena, e a fase final dos Jogos Estaduais.    
Depois de encerrar seu ciclo como atleta da Semepp, Lucas Henrique passou a atuar nos campeonatos amadores de futebol e futsal de Prudente, realizados pela própria Semepp, como pelo Reginense, Operário, Stand Up, Parque Furquim FC e Limite FC.

“EU SEMPRE TIVE O DESEJO DE SER UM JOGADOR DE FUTEBOL. TENTEI, MAS NÃO O SUFICIENTE PARA ME TORNAR PROFISSIONAL. NÃO É TÃO SIMPLES COMO PARECE, EXIGE MUITA DEDICAÇÃO, FORÇA DE VONTADE E PERSEVERANÇA. ALÉM DE TER QUE FICAR LONGE DA FAMÍLIA, QUE PARA MIM É O MAIS DIFÍCIL”
Lucas Henrique Firmino Coelho

“Como a maioria dos garotos, eu sempre tive o desejo de ser um jogador de futebol. Tentei, mas não o suficiente para me tornar profissional. Não é tão simples como parece, exige muita dedicação, força de vontade e perseverança. Além de ter que ficar longe da família, que para mim é o mais difícil. Mas foi um prazer levar o nome da cidade nas competições que participei. E trabalhar na Semepp só me trouxe coisas boas, amizades verdadeiras para a vida toda. Foram várias pessoas importantes, cada uma com sua parcela”, expõe.

Aprendizados e parcerias

Reginaldo Barros é um dos primeiros nomes que Lucas Henrique menciona nessa sua trajetória. Ele diz que foi um prazer conhecê-lo e aprender muito com esse ser humano incrível e abençoado por Deus, que em seu ponto de vista, se preocupa primeiro com o próximo e só depois consigo mesmo. 
Ele agradece também aos parceiros de sala, Josué Ferreira do Carmo, o Manguito; Maria Cristina Borges Madeiral, a Tute; Maria Angélica Lopes; Fortunato D’Antonio Ronchi, o Natinho; José Rubens Baggio Néia, o Tum; Maria Helena Sobreiro; Vera Lucia Bueno Pelágio; Ênio José Libanio; Reginaldo Barbosa de Barros; Péricles Batista Menezes; Mauro Aoqui; Marcio Rodrigues; Claudinei Quirino; e Breno Casari.
“E nosso grande amigo e parceiro Marcos Chicalé. Vocês conhecem? [gargalha]! É uma pessoa de um coração enorme. E apesar das dificuldades que enfrenta, sempre sorridente faz o seu trabalho com dedicação e muito carinho e deseja com um super bom dia a ‘paz de Cristo’. Esse é o Chicalé, sempre passando confiança de que teremos um dia melhor. Obrigado por sua amizade Chicalé”, agradece o ex-atleta.

Fotos: Cedidas

Despedida com alguns dos muitos amigos que fez na Semepp


Pais, irmão e noiva estão sempre ao lado do ex-atleta

Veja também