O Pastor que Benze Água que Passarinho não Bebe

Sandro Villar

O Espadachim, um cronista contra o Lukashenko

CRÔNICA - Sandro Villar

Data 24/09/2020
Horário 05:31

Recebi do cantor e compositor Edson Meneguetti, morador de Atlanta (EUA), um vídeo em que um pastor inova em seu rito de benzer água. E não é que o pastor também benze outras "águas?" Verdade verdadeira e não mentira mentirosa, respeitável público.
Benzer líquidos é com ele mesmo. Além da água propriamente dita, o precioso líquido sem o qual "dançamos", o pastor, como afirmo no título, benze também a água que passarinho não bebe.
"Se você não consegue largar a cachaça, não tem problema. Deixa o copo de pinga em cima da televisão que eu benzo", diz o pastor na maior cara de pau. Se o sujeito não abre mão de uma cervejinha, o religioso (?) também abençoa a loirinha e todo tipo de bebida.
E o conhaque? Ah, o pau d’água que aprecia o conhaque pode ficar tranquilo: o pastor também benze o conhaque. E o vinho? Óbvio que o vinho também é abençoado pelo ínclito pastor. Afinal, vinho é uma bebida emblemática. 
Até Jesus tomava uma tacinha, suponho. Em suma: vinho é até bem-vindo em comparação com as outras "águas que trinca-ferro, sanhaço, rolinha (epa!) e sabiá, por exemplo, não bebem". E a tequila? Evidente que o pastor também benze essa bebida de origem mexicana, como também abençoa champanhe, licor, rum e, se precisar, até o absinto.
Portanto, quem quiser tomar uma cachaça abençoada não precisa pensar duas vezes. Nem três vezes. Acho que esse pastor é um craque em marketing religioso e, sinceramente, não sei se já criaram tal expressão, ou seja, marketing religioso.
Espertalhão, para não dizer charlatão, ele quer aumentar o seu rebanho de ovelhas (ou seria gado?) e, como é óbvio, tem muito alcoólatra por aí que, em casa, é criticado por encher a cara além do limite. Com sua "proposta", o pastor não deixa de ser, digamos, um porto seguro e até mesmo um bálsamo para quem "se afoga na água com álcool".
Cada época com suas esquisitices e, agora, surge mais esta: o pastor que benze bebida alcoólica. Vai ver o bêbado aliciado pelo pastor deve achar que a cachaça benzida, por exemplo, deve fazer menos mal ao fígado, mas deve "combinar" com o órgão. A vigarice não tem limites e o pior é que tem gente que acredita nesses pilantras.

DROPS

Filme da Semana no Cine Brasil: "Os Incendiários", estrelando grande elenco, menos os índios.

Fuga de capitais: US$ 15,2 bilhões saíram do país nos últimos oito meses, a maior da história do Brasil. Ué, mas não bastava derrubar a Dilma para tudo melhorar?

Quem não deve não tem.
(Joelmir Beting)

Manda quem pode e obedece quem tem prejuízo.
(Luiz Gonzaga Belluzzo)
 

Veja também