Operação Independência 2018 encerra neste domingo

Fiscalização mais intensa pelo CPRv continua até às 23h59 de amanhã; policiais estão na malha rodoviária com etilômetros e radares

REGIÃO - MARIANE GASPARETO

Data 08/09/2018
Horário 06:26
José Reis - No feriado, movimentação era tímida pela manhã, na SP-270, na base da Polícia Militar de PP
José Reis - No feriado, movimentação era tímida pela manhã, na SP-270, na base da Polícia Militar de PP

Será encerrada amanhã, a Operação Independência 2018, realizada pelo CPRv (Comando de Policiamento Rodoviário), órgão de execução da Polícia Militar do Estado de São Paulo, alinhado ao Movimento Paulista de Segurança no Trânsito e ao Programa de Redução de Acidentes de Trânsito e Segurança Viária. A fiscalização se intensificou já a partir da meia-noite de quinta-feira, nos mais de 22 mil quilômetros da malha rodoviária do Estado de São Paulo. Ontem, Feriado da Independência, a movimentação pela manhã ainda era tímida na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), mesmo com o policiamento na base da PMR, localizada no km 561, em Presidente Prudente.

O efetivo conta com o monitoramento por câmeras das concessionárias de rodovias, 280 etilômetros, 68 radares (portáteis e móveis) para aferição de velocidade, binóculos para a fiscalização de infrações em movimento, entre outros equipamentos. São 1.382 homens e mulheres, por dia, empregados de forma estratégica em 126 Bases Operacionais fixas, além do empenho de 493 viaturas por dia em média, visando garantir a segurança pública e a fluidez do trânsito.

O policiamento permanece em regime especial de trabalho, com redução de folgas e emprego do efetivo administrativo, potencializando a ação ostensiva, atuando de forma estratégica, em dias, horários e locais conforme o volume de tráfego e índices de vulnerabilidade.

Objetivo

Durante todo o feriado, a atuação do Policiamento Rodoviário terá o foco na prevenção criminal. No entanto, fiscalizará, também, a segurança do trânsito, verificando principalmente o excesso de velocidade, a embriaguez na condução dos veículos, as ultrapassagens proibidas, o uso de cintos de segurança e assentos infantis, o uso do celular (smartphone) ao volante, além do uso de capacetes por motociclistas, sem se descuidar de outras questões envolvendo as normas de trânsito, contribuindo, desta forma, com a redução de mortes no trânsito, a fim de atingir a meta de diminuição em 50%, conforme preconizado pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Saiba Mais

DICAS DE SEGURANÇA

A Polícia Militar Rodoviária orienta os motoristas a planejarem sua viagem com antecedência, verificando os pontos de parada e abastecimento, bem como as condições e documentação do veículo. Os condutores também não devem usar farol alto em locais com neblina, manterem uma distância segura do veículo da frente, não usarem o pisca alerta com o veículo em movimento, não pararem na pista, verificarem antes os pneus, a calibragem, alinhamento e balanceamento. Para emergências, basta usar o serviço telefônico da PM (190).

Fonte: Polícia Militar Rodoviária

 

 

 

Veja também