Piscicultora da região oeste paulista será destaque da Feira do Empreendedor 2021

Cristiano Machado

COLUNA - Cristiano Machado

Data 21/10/2021
Horário 06:30
Foto: Divulgação 
Kátia Mastrono: “Planejamos uma expansão para que a qualidade de nossa tilápia chegue a clientes de outras localidades”
Kátia Mastrono: “Planejamos uma expansão para que a qualidade de nossa tilápia chegue a clientes de outras localidades”

Com participação de uma piscicultora da região oeste paulista, a Feira do Empreendedor 2021, promovida pelo Sebrae, será realizada entre os dias 23 e 27 deste mês, de forma virtual. A participação de Kátia Mastrono, que vende peixes tilápia, é também acompanhada de muito otimismo.
Hoje, ela concentra suas entregas somente na região entre Presidente Prudente e Presidente Epitácio, quase na divisa com o Estado de Mato Grosso, onde já tem uma clientela fiel, entre pessoas físicas e jurídicas, como restaurantes e bares. Mas, ela aguarda apenas uma nova certificação que permita entregas em outros locais mais distantes e já vislumbra essa possibilidade. "Conquistamos uma grande clientela na nossa região. Porém, no futuro próximo, planejamos uma expansão para que a qualidade de nossa tilápia chegue a clientes de outras localidades. A expectativa é que o estande virtual nos traga ainda mais visibilidade", afirma a empreendedora.
Ela está entre 12 expositores que mostrarão seus produtos no estande virtual do Sistema Faesp-Senar/SP, que estará hospedado na plataforma do evento. "O setor de agronegócios é essencial para o desenvolvimento do empreendedorismo brasileiro. Por isso, os empresários da área não poderiam deixar de participar ativamente desta que é considerada a maior feira do setor do mundo", diz Tirso Meirelles, vice-presidente da Faesp-Senar/SP e presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-SP.

Por meio da plataforma, que está sendo montada pela Faesp-Senar/SP pelo segundo ano consecutivo, os visitantes poderão conhecer o trabalho dos expositores, entrar em contato e até fechar negócios. "O estande virtual será uma oportunidade para os empreendedores do agronegócio buscarem novas parcerias, alinhavarem negócios e se relacionarem com o mercado de dentro e até fora do país", afirma Meirelles. 


Tirso Meirelles: “Oportunidade para os empreendedores do agronegócio buscarem novas parcerias”

Rodadas de negócios

Outra grande oportunidade da feira serão as rodadas de negócios realizadas dentro do ambiente virtual da plataforma Sebrae Experience, desenvolvida com uso de tecnologia 3D, de fácil acesso e navegação dos participantes.

Os agendamentos das sessões serão realizados previamente para os inscritos, sem possibilidade de entrar na hora. Para os compradores nacionais, as rodadas acontecerão entre os dias 23 e 25 de outubro. Nos dias 26 e 27, será a vez dos compradores internacionais.

No primeiro dia, está prevista uma rodada voltada para as micro e pequenas empresas paulistas do setor do agronegócio com compradores interessados nos produtos do Estado de São Paulo. Nos dias seguintes, 24 e 25 de outubro, serão realizadas rodadas multissetoriais, de acordo com o mapeamento das demandas e dos segmentos. No caso das rodadas internacionais, o foco será no setor de alimentos e bebidas, moda, couro e calçados, além do agronegócio. (Com informações da empresa Ricardo Viveiros & Associados - RV&A)


“A agropecuária brasileira é parte da solução. Feita com bases tecnológicas e em sistemas sustentáveis, ela pode ser descarbonizante. O futuro é isso. E, por isso, o plano se chama mais”.
Mariane Crespolini, diretora do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação do Ministério da Agricultura, na recente apresentação do Plano Setorial de Adaptação e Baixa Emissão de Carbono na Agropecuária, chamado de ABC+, para o período de 2020 – 2030.

Oeste e noroeste de SP receberam 497 dos 4.022 títulos de terra entregues pelo governo federal 

Em recente evento em São Paulo, o governo federal celebrou a emissão de 4.022 títulos definitivos e provisórios para famílias assentadas no Estado. Desse total, foram beneficiados 497 assentados das regiões oeste e noroeste do território paulista. As entregas beneficiaram famílias em Araçatuba (240 títulos), Marabá Paulista (70), Pauliceia (29), Castilho (46), Pereira Barreto (47) e Teodoro Sampaio (65). 
A cerimônia foi realizada na quarta-feira (13), no município de Miracatu, na região do Vale do Ribeira. “É a maior entrega de documentos em áreas da reforma agrária no Estado em duas décadas. O total de documentos expedidos desde 2019 supera os 3.864 títulos do período de 2000 a 2018. O evento representa outra marca histórica, pois foram emitidos os primeiros títulos definitivos para 618 famílias em assentamentos do Incra em São Paulo”, informa o Incra. 
Além dos títulos definitivos, já foram emitidos 3.404 CCUs (Contratos de Concessão e Uso) no Estado desde 2019. O documento transfere a propriedade do lote de forma provisória à família assentada e assegura o acesso às políticas de apoio à agricultura familiar em áreas de reforma agrária.

Solenidade
A cerimônia contou com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, do secretário Especial de Assuntos Fundiários, Nabhan Garcia, e do presidente do Incra, Geraldo Melo Filho, que entregaram os títulos para seis agricultoras que representaram todas as famílias tituladas em São Paulo.

Carlos Silva/Mapa

Além dos títulos definitivos, já foram emitidos 3.404 CCUs no Estado desde 2019

Veja também