Polícia apreende 55 tabletes de cocaína escondidos na caixa de ar de veículo

Dois homens e uma mulher foram presos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 01/05/2021
Horário 09:30
Os envolvidos permaneceram presos e aguardam audiência de custódia
Os envolvidos permaneceram presos e aguardam audiência de custódia

Na noite de ontem, a Polícia Militar Rodoviária apreendeu 55 tabletes de cocaína que estavam em um carro, alvo de fiscalização na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Prudente. Dois homens e uma mulher foram presos em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico.

A ocorrência terminou nesta madrugada, na Delegacia de Polícia Civil.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, o TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) observou que dois veículos, com placas de Curitiba (PR) e Maringá (PR) transitavam em alta velocidade pela rodovia.

Diante da atitude que levantou suspeita, os policiais deram sinal de parada aos motoristas, que obedeceram a ordem. Durante a vistoria em um deles, os policiais localizaram 45,519 kg de cocaína, fracionados em 55 tabletes que estavam escondidos na caixa de ar do automóvel.

Ficou constatado que além do casal, 24 e 25 anos, que estava neste veículo, um homem de 20 anos que seguia no outro desempenhava a função de batedor - que faz a escolta do carro com drogas, para avisar sobre uma possível fiscalização no percurso. 

Acusados foram interrogados

O motorista que transportava a droga relatou à Polícia Civil que assumiu a direção do veículo já com o entorpecente, na cidade de Umuarama (PR), e que tinha Ourinhos (SP) como destino para entrega. Para isso, receberia R$ 5 mil. 

Ainda, disse que forneceu o próprio carro ao outro rapaz, para que ele fizesse a função de batedor, a fim de alertar sobre a presença policial nas rodovias. Ao término da viagem, pagaria a ele o valor de R$ 1 mil. O comparsa confirmou a versão, mas a mulher negou ter conhecimento das drogas. 

Os envolvidos permaneceram presos e aguardam audiência de custódia.
 

Veja também