PP chega a 5.511 casos confirmados de dengue

PRUDENTE - Bruno Saia

Data 09/04/2016
Horário 11:16
Em novo balanço, a VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal) confirma mais 290 casos de dengue em Presidente Prudente, o que eleva o número de registros positivos para 5.511, desde o início de 2016. Do total, 2.209 catalogações são referentes a janeiro, 2.154 a fevereiro e 1.148 ao mês de março.

Mais uma ação foi realizada pelo órgão no início da tarde de ontem e reuniu aproximadamente 260 alunos das escolas estaduais Oracy Matricardi e Marrey Junior, no centro da cidade. A mobilização marcou o encerramento da Semana Estadual de Mobilização Contra a Dengue, e o tema do evento foi "Cidade em Luto: Aedes aegypti mata".

Jornal O Imparcial Caixões foram utilizados para simbolizar os riscos do mosquito para a população

"A maioria de nós estava vestida com roupas pretas e utilizamos caixões, com a intenção de mostrar como o mosquito acaba com a gente", relata a educadora de saúde da VEM, Elaine Bertacco. "Ficamos muito satisfeitos, pois a população compreendeu a mensagem e entendeu que ou a gente mata o mosquito ou ele mata a gente", completa Elaine, destacando a importância da presença e da dedicação de tantas crianças que, segundo ela, são os principais multiplicadores das atitudes necessárias para frear a proliferação do mosquito.

Foram distribuídos panfletos alertando os transeuntes sobre os riscos das doenças transmitidas pelo Aedes (dengue, zika vírus e chikungunya), sempre ressaltando que "a dengue mata". A ação também contou com a presença de alunos do curso de Enfermagem da Fapepe (Faculdade de Presidente Prudente), mantida pelo Grupo Uniesp (União das Instituições de Ensino de São Paulo).

"Notamos que ainda há muitas dúvidas por parte da população, principalmente em relação ao período em que a pessoa acometida com dengue está transmitindo a doença. Ela deve tomar certos cuidados, como passar repelente, fazer repouso, entre outros. Já os demais da residência devem eliminar criadouros. Além dessas, outras dúvidas poderão ser sanadas no evento", relata a educadora da VEM.

 

Mutirão


Mais um mutirão para recolhimento de recipientes que possam servir de criadouros ao Aedes aegypti está marcado para hoje, das 8h às 16h, partindo da Escola Municipal Irmã Nazarena Zamitt e passando pelos bairros Santa Mônica, São Bento, São Domingos, Itatiaia, Nova Planaltina, Parque Alvorada, Sumaré e Chácara Marisa. Nesses locais, a VEM recomenda que os moradores priorizem o descarte de recipientes que possam servir de criadouros. O serviço de recolhimento de móveis velhos é feito pela Prudenco (Companhia Prudentina de Desenvolvimento) e deve ser agendado pelo telefone 3906-3001 ou do 156, que é Central de Atendimento da Prefeitura.

Nos bairros Cambuci, José Rotta, Vila Aurélio, Vila Rotária, Jardim Planalto, Jardim São Pedro, Vila Líder, Brasília, Vila Ramos de Freitas, Jardim Paraíso e Jardim Santana, haverá intensificação do BCC (bloqueio do controle de criadouros). "Devemos concentrar nossos esforços na eliminação dos focos de reprodução do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, impedindo que o mosquito nasça", destaca Elaine (Com Secretaria Municipal de Comunicação)

 

SAIBA MAIS

FONTE NA PRAÇA


Um leitor entrou em contato com a reportagem preocupado com os riscos de a água na fonte luminosa, que fica na Praça Nove de Julho, no centro da cidade, se tornar um criadouro do mosquito transmissor da dengue. "Eu já fui até lá conferir a fonte e soube que ela é monitorada diariamente pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e que a água é clorada diariamente e, por isso, não gera riscos", explica Elaine Bertaco. De acordo com secretaria, a fonte não vem sendo ligada, pois estaria com um problema na parte elétrica e passa por reparos.

Veja também