Professores analisam cenário atual

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 11/06/2020
Horário 07:42
Cedida - Nelson Morimoto diz que é preciso resgatar as pessoas ou se tornarão um peso para a sociedade Foto: Cedida - Nelson Morimoto diz que é preciso resgatar as pessoas ou se tornarão um peso para a sociedade

O professor de judô, Nelson Morimoto, comenta que a questão de muitas academias, inclusive consideradas potências, já terem fechado suas portas por todo o Brasil, tem uma explicação. Segundo ele, isso vem acontecendo com aqueles professores que “têm a mente engessada”. Aqueles que não se preocuparam com uma formação. Uma base da história, da filosofia e que só ensinou o aluno a lutar. “Estes não terão mercado de trabalho mesmo”.

Assim como ele, o professor de caratê, Marcelo Trovani, entende o momento que todos estão vivendo como um cenário de guerra. E pior, enfrentando um inimigo muito forte, o qual ainda não existe arma para derrotá-lo. E aí vem a pergunta: O que podemos fazer para construir um mundo melhor?

“Estamos, hoje, com um índice muito grande de crianças, adolescentes, jovens e adultos depressivos, com síndrome do pânico, doentes. E estas pessoas certamente não conseguirão voltar como eram antes. Então, ou resgatamos essas pessoas trabalhando de alguma forma benéfica ou existirá um público perdido porque não vai contribuir com a sociedade, tornando-se até um peso para ela. Consequência: essa crise vai se estender não por anos, mas por décadas”, opina Morimoto.

 

 

 

Veja também