Recém-nascida é abandonada em pasto

A Polícia Civil entrou no caso e em poucas horas descobriu quem era a mãe e a autuou em flagrante delito por homicídio tentado

REGIÃO - OSLAINE SILVA

Data 08/10/2021
Horário 16:38
Foto: Cedida/Redes Sociais
O pequeno anjinho foi socorrido por moradores do entorno
O pequeno anjinho foi socorrido por moradores do entorno

Uma bebê recém-nascida, ainda com o cordão umbilical preso ao seu pequeno corpinho foi encontrada jogada em meio ao gramado de um pasto, esta manhã, em Emilianópolis (SP). Fora as mãos de Deus, que a protegia desde o ventre lá de cima, uma mantinha cobria a sua pele tão sensível qual um bebê recém- nascido possuí. A Polícia Civil entrou no caso e em poucas horas descobriu quem era a mãe e a autuou em flagrante delito por homicídio tentado. Ela, uma jovem de 20 anos, que já é mãe de outra criança ficará à disposição da Justiça. Já a bebê ficará sob os cuidados da rede de proteção do município.
O pequeno anjinho foi socorrido por moradores do entorno que ouviram seu chorinho de longe. Um chamou o outro e foram seguindo o som para ver o que era. Quando se aproximaram, mal puderam acreditar no que estavam vendo. De imediato filmaram a bebezinha antes de pegarem-na, em seguida aqueceram-na e ligaram para a Polícia Militar. Quando chegaram a levaram para os primeiros procedimentos na UBS (Unidade Básica de Saúde) da cidade, que graças a Deus constataram que a bebê estava bem, mas a encaminharam para o Hospital e Maternidade Estadual Doutor Odilo Antunes de Siqueira, em Presidente Prudente.

Investigação precisa
A Polícia Civil de imediato passou a investigar. Assim que teve conhecimento, o delegado responsável pelo caso, Dr. Daniel Viudes, obteve a informação de que numa residência próxima ao local havia possíveis manchas de sangue no quintal. A moradora, uma jovem de 20 anos, ao ser questionada negou os fatos dizendo, a princípio, que estava em seu período menstrual e com hemorragia. 
Devidamente autorizados, os policiais civis realizaram diligências e encontraram no quintal várias manchas de substância avermelhada, roupas e o lençol do quarto da jovem também com machas semelhantes a sangue. Novamente questionada e após inúmeras contradições, ela acabou por confessar o que acontecera, dizendo que ninguém sabia que ela estava grávida, sendo que por já ser mãe e não ter condições de criar outro filho, acabou tomando essa atitude ainda no começo da madrugada. Ou seja, a pequenina bebê passou horas e horas ali, ao relento, na grama fria, molhada pelo sereno, indefesa... 

Pequeno ser!
A pequenina neném foi abandonada em uma área de pastagem, que nos remete a um bebê de mais de 2 mil anos atrás! Esta área fica próxima ao bairro Vila Continental, num dos extremos de Emilianópolis, a antiga Vila Emília. A pequenina mediu 45 cm (centímetros) de tamanho, pesou 2.600 g (gramas), cabelo preto, olhos castanhos e pele branca. Imediatamente foi levada ao posto de saúde do município para os primeiros atendimentos, e na sequência encaminhada ao Hospital Estadual. Segundo informações médicas, a criança passa bem e não corre qualquer risco. 

 

A PEQUENINA BEBÊ DE 2,600 GRAMAS PASSOU HORAS E HORAS ALI, AO RELENTO, NA GRAMA FRIA, MOLHADA PELO SERENO, INDEFESA... 
 

Foto: Polícia Militar - Nenem com os militares que a levaram para receber os primeiros cuidados

Veja também