Sete mandatos

Homéro Ferreira

COLUNA - HOMERO FERREIRA

Data 27/12/2020
Horário 05:00

O Plantão formulou questionamentos ao vereador Izaque Silva (Patriota), que está deixando o cargo após exercer o sétimo mandato consecutivo, desde 1º de janeiro de 1992. São 27 anos de vereança e mais 1 ano como deputado federal.

Abrigo patriota

O parlamentar esteve até o ano passado no PSDB e deixou o ninho tucano insatisfeito, inclusive por ter sido tolhido em sua pretensão de ser candidato a prefeito. Então, migrou para o Patriota e foi eleito vice-prefeito.

Mais de 200%

Izaque tem uma caminhada política vitoriosa, desde sua primeira eleição com 1.212 votos. A cada eleição sua votação aumentou e na última, em 2016, se elegeu como o mais votado: 3.791. Um crescimento de 212,7%.

Bom de voto

Ao se candidatar a deputado federal em 2014, obteve 33.724 votos. Na condição de suplente, assumiu o cargo por pouco mais de 1 ano, no lugar de Bruno Covas que, em 2016, foi eleito vice-prefeito de São Paulo. Candidato em 2018, obteve 23.606 votos.

Em números

Na Câmara Municipal, Izaque produziu mais de 180 leis de relevância, teve aprovado mais de 5,3 mil requerimentos e mais de 5,4 mil indicações, além de ser membro atuante em comissões permanentes.

Ampla atuação

Morador do Parque Alvorada, na zona leste, Izaque tem um rico histórico de atuação em trabalhos sociais e comunitários, junto às instituições cristãs católica e evangélicas, associações de moradores de bairros e outros.

No esporte

Outro segmento em que sempre esteve presente e deverá continuar é o do esporte, com destaque ao apoio para mais de 25 equipes de futebol amador e como fomentador de outras modalidades, inclusive malha e bocha para as pessoas mais velhas.

Pela continuidade

Na condição de vice-prefeito eleito, diplomado e aguardando a posse na sexta-feira desta semana, Izaque afirma que manterá a sua histórica atuação e será a ponte entre o Executivo e Legislativo, além de buscar recursos junto aos governos estadual e federal.

Posse na sexta

 

A posse dos eleitos em Prudente será às 10h da sexta-feira desta semana, dia 1º de janeiro, em cerimônia restrita ao público no teatro do Centro Cultural Matarazzo. Serão empossados o prefeito Ed Thomas (PSB), o vice Izaque e 13 vereadores.

Mesa diretora

A sessão solene será presidida pelo vereador mais votado, o atual vice-prefeito Douglas Kato Pauluzi (PTB). Após a posse, haverá a eleição da mesa diretora da Câmara Municipal para o próximo biênio: 2021 e 2022. 

Os candidatos

São três os possíveis candidatos a presidente da Câmara, com Demerson Dias (PSB) interessado em se manter no cargo; com o ex-presidente Enio Perrone tentando ocupar o cargo novamente e com a candidatura anunciada por Douglas Kato.

Como ficará

A mesa diretora é composta por presidente, vice-presidente, primeiro e segundo secretários. A votação é por cargo e não por chapa; mesmo assim é articulada uma composição para que Demerson seja o presidente.

Veja também