Todo dia é Dia das Mães

Sandro Villar

O Espadachim, um cronista a favor da lagarta e do lagarto

CRÔNICA - Sandro Villar

Data 08/05/2022
Horário 04:47

Mais um Dia das Mães e eu não vou ver a minha mãe. Deus do céu, que tristeza! É que ela foi embora deste insensato mundo em maio de 2004. Já faz um bocado de tempo. Claro que já sonhei com ela várias vezes, mas os sonhos são estranhos, como diz o personagem do ator Burt Lancaster no filme "A Cruz que Carrego", um belo drama sobre o alcoolismo.
Ah, se eu escutasse o que mamãe dizia, como lembra o compositor Dorival Caymmi em uma de suas belas canções, aliás, quase todas as músicas dele são belas. Evidente que ele refere-se aos conselhos da mãe e, cá entre nós, conselho de mãe é para ser levado a sério.
Se eu tivesse escutado o que mamãe dizia não teria entrado em tantas frias e canoas furadas. "Olha, esse pessoal é tudo doido", alertou-me uma vez dona Ema sobre uma atitude intempestiva que tomei e me arrependi pra cachorro. 
Ela tinha razão. Mas nem sempre a gente escuta o coração, pois isso é especialidade do cardiologista, e muito menos conselho de mãe, que, repito, deve ser levado a sério até porque mãe parece ter o sexto sentido. 
Mãe é mãe. Hoje e todos os dias faça a maior festa para a sua mãe. Abrace-a e beije-a intensamente. Leve-a para almoçar num bom restaurante. Curta bastante a sua mãe e, por favor, escuta o que ela diz ou aconselha. Ela merece. Mãe não é só a dona da casa. Ela é a rainha do lar, doce lar, se bem que, do jeito que a inflação está alta, o lar está mais para lar, salgado lar.
Dizer que o Dia das Mães é a segunda melhor data de vendas do comércio é chover no seco mesmo. E mãe merece presente, não um presente qualquer. Também dizer que neste dia os cemitérios recebem o segundo maior número de visitantes, ficando atrás apenas no dia de Finados, também é chover no seco mesmo. Todo mundo sabe disso de cor e salteado. 
Mãe é lembrada na literatura, nos filmes, nas novelas e, claro, na música. Uma das mais belas canções é "Mamãe", magistralmente interpretada por Ângela Maria e Agnaldo Timóteo, como já mencionei anteriormente neste espaço. Em um dos versos, os compositores Herivelto Martins e David Nasser deixam claro: "Mãe é a palavra mais linda que o poeta escreveu". Dizer mais o quê?

DROPS

A cadela Otan latiu na porta da Rússia e deu no que deu.
(baseado em comentário do papa Francisco)

Quem canta de galo é porque deve ter boas esporas.

Manda quem pode e desobedece quem tem topete.

Imbecil não tem tédio.
(Stanislaw Ponte Preta)

Vai reformar ou construir?
Casa das Tintas, a loja do Élcio, tem as melhores tintas. Entregas em domicílio: 3907-7500 e 99132-0716. Av. Ana Jacinta, 1.663.

Sandro Villar é jornalista e radialista; autor do livro “As 100 Melhores Crônicas de Humor de SV” (Editora Alta Books – RJ). E-mail: sandro.villar@hotmail.com

Veja também