Transporte público segue em crise em Prudente

EDITORIAL - DA REDAÇÃO

Data 21/11/2021
Horário 03:55

E a crise no transporte público de Presidente Prudente continua. Para a “surpresa” de muitos, a Prudente Urbano não se manifestou até a noite de sexta-feira a respeito da retomada do serviço, após meses de intervenção da Prefeitura. O esperado era que a concessionária reassumisse o transporte coletivo do município a partir de ontem, mas não foi o que ocorreu. 
A empresa entrou com um pedido de liminar de mandado de segurança na Justiça para que a intervenção por parte do Executivo continue até 3 de dezembro, uma vez que, segundo a concessionária, a administração municipal precisa fazer a prestação de contas. No entanto, a Prefeitura argumenta que nesta última sexta-feira, o Executivo teria marcado uma reunião com representantes da Prudente Urbano para fazer a prestação de contas, apresentar alguns documentos, além de questionar quais medidas seriam adotadas para restabelecer o transporte, contudo, expõe que os membros da empresa não compareceram.
Ou seja, está cada dia mais difícil saber o que ocorrerá com o serviço na maior cidade da região. É lamentável. A Prefeitura informa que acabou reassumindo o transporte coletivo no município para não deixar a população na mão. E, justamente, neste fim de semana, visto que hoje é dia da primeira prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), quando muitos estudantes dependem do transporte público para chegar aos locais do exame. 
A Semob (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Cooperação em Segurança Pública) adianta que está reunindo toda a documentação solicitada pela Prudente Urbano, para que seja apresentada já amanhã, com a intenção de solicitar a revogação da liminar e a devolução do serviço à empresa. A população anseia por um desfecho que vá ao encontro das suas necessidades por um transporte público de qualidade. Mais uma vez reforçamos: os usuários do serviço não podem “pagar o pato”.

Veja também