Cedida/Balé Folclórico Raiz - Grupo conta com 20 artistas locais, desde crianças a idosos

Foto: Cedida/Balé Folclórico Raiz - Grupo conta com 20 artistas locais, desde crianças a idosos

ESTREIA

Balé epitaciano apresenta “Ode ao lavrador”

Espetáculo reúne dança, poesia, canto e teatro numa linguagem contemporânea e será mostrado ao público nesta noite, no Anfiteatro Municipal João Brilhante

  • 22/08/2019 08:05
  • WEVERSON NASCIMENTO - Da Redação

Hoje, Dia do Folclore, o projeto Balé Folclórico Raiz de Presidente Epitácio fará a segunda apresentação da peça “Ode ao lavrador”, uma performance sobre um trecho de “Morte e Vida Severina”, poema dramático modernista e obra-prima do poeta João Cabral de Melo Neto. O espetáculo gratuito, que teve uma pré-estreia na terça-feira, ocorrerá no Anfiteatro João Brilhante e reunirá dança, poesia, canto e teatro numa linguagem contemporânea.

De acordo com o assistente técnico de Turismo e Cultura, Natal José Bispo, o projeto é recente, iniciou no dia 24 de julho deste ano, com o objetivo principal de difundir através da música, dança, teatro e poesia, a cultura popular brasileira. “A cultura está cada vez mais esquecida e deixando de lado as nossas raízes. Sendo assim, o principal objetivo depois de trabalhar a cultura de forma ampla será valorizar a local, ou seja, dar ênfase no que temos de produto enquanto munícipes epitacianos”.

A importância do projeto para Presidente Epitácio, segundo o assistente técnico, é justamente por se tratar de um produto cultural novo para o município e, para os atores, a oportunidade de estar participando de uma produção artística que, além da formação cultural, aprofunda diversas situações sociais.

O tema

A escolha do tema “Ode ao lavrador”, segundo Natal, se deu ao escolher a região Nordeste para falar sobre a riqueza folclórica. Desta forma, foi pensado na questão do agreste, do lavrador, da terra, do sofrimento pela terra e a escassez de água. “Na peça, mesmo com todas as dificuldades, o lavrador não perde a esperança e a luta. Então, mesmo com a falta d’água eles retribuem com riqueza cultural. Digo que é uma breve homenagem ao lavrador”, pontua.

Para participar do Balé Folclórico Raiz, basta se inscrever no Cras (Centro de Referência de Assistência Social), que fica na Rua São Luiz, na quadra 3. Os ensaios ocorrem às segundas e quartas, das 8h às 9h. Atualmente, o grupo conta com 20 artistas locais, desde crianças a idosos. O projeto, por vez, é uma parceria da Prefeitura de Presidente Epitácio, através da Secretaria de Turismo e Cultura, em parceria com o Cras.

Serviço

A apresentação de “Ode ao lavrador” será hoje, às 20h, no Anfiteatro Municipal João Brilhante, localizado na Avenida Juliano Ferraz Lima, s/nº, em Presidente Epitácio. A entrada é gratuita.