"O tango é um pensamento triste que se pode dançar"

CRÔNICA - Persio Isaac

Data 24/11/2019
Horário 06:20

Em 1939, um músico chamado Ramon Sixto Dias, chega na cidade de Humbolt na Argentina. Lá ele conhece Mercedes Strickler Khalov, a quem todos chamavam de Merceditas. Uma bela camponesa. Loira de olhos azuis, três anos mais jovem, que vivia em um laticínio de leite localizado na zona rural em torno da cidade de Humboldt, na província de Santa Fé. Atraído não só pela beleza, mas também pelo espírito independente, coisa incomum nas mulheres na época.

Merceditas, filha de imigrantes alemães, havia perdido seu pai quando era uma garotinha e, desde então ela teve que assumir a pousada com a mãe e a irmã. Merceditas e Ramon começam uma relação formal. Durante dois anos trocam cartas, pois ele morava em Buenos Aires, a 500 km de distância.

Ele a pediu em casamento, mas para a sua surpresa ela recusou. Dessa recusa, nasce uma desilusão. Dessa desilusão vem uma inspiração. A tristeza passa a morar no coração de Ramon Sixto Dias. O amor só é grande se for triste, como disse o poeta Vinicius de Moraes. Ramon Dias compõe Merceditas em 1940 se tornando um ícone da música folclórica argentina.

Se casou e ficou viúvo. Décadas depois, em 1980, se encontra com Merceditas. Novamente, a pede em casamento. Novamente ela recusa. Mesmo assim se encontravam, até a morte de Ramon Sixto Dias, aos 81 anos, em 1994. Ele nunca deixou de amá-la. 

Deixa os direitos autorais da música para Merceditas.  Mercedes Strickler Khalov morreu aos 84 anos no dia 8 de julho de 2001. Terminou seus dias solteira e com muitos problemas econômicos. Faleceu na sala de oncologia do "Hospital Esperanz'a de Santa Fé". Viveu sempre com a sensação de que Deus a havia punido pelo seu comportamento. Quando Ramon Sixto Dias a viu, depois de terminar seu show em Humbolt, a tirou para dançar, ela não recusou. A música que dançaram era um tango.

"Recordo com saudades

seus encantos, Mercedita

perfumada flor bonita

me lembro de uma vez

a conheci no campo

muito longe, numa tarde

hoje só ficou saudade

desse amor que se desfez"

 

 

Veja também