Polícia Militar Ambiental - Gaiolas estavam em uma residência na zona rural de Regente Feijó

Foto: Polícia Militar Ambiental - Gaiolas estavam em uma residência na zona rural de Regente Feijó

NA GAIOLA

Ambiental autua homem em R$ 7 mil por manter aves em cativeiro

Homem de 50 anos disse não possuir documentação necessária para criar os pássaros; animais foram apreendidos e soltos no habitat

  • 05/08/2019 15:08
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

A Polícia Militar Ambiental aplicou multa de R$ 7 mil a um homem que mantinha 14 pássaros em cativeiro na zona rural de Regente Feijó. O flagrante foi registrado durante patrulhamento no domingo, quando os policiais observaram diversas gaiolas na parede de uma residência em que estavam os pássaros nativos.

Conforme a corporação, foram contabilizadas sete aves da espécie canário-da-terra; três da coleiro papa capim; um papagaio verdadeiro; um sabiá barranco e dois tuim. Em conversa com o proprietário dos pássaros, um homem de 50 anos, o mesmo informou que não possuía autorização para que criasse os animais na residência.

Diante disso, os militares elaboraram o auto de infração ambiental com base na Resolução SMA 48-2014, na modalidade de multa simples por manter em cativeiro espécimes da fauna silvestre sem autorização da autoridade competente.

As aves e gaiolas foram apreendidas. Segundo a polícia, o papagaio foi destinado ao Apass (Associação Protetora dos Animais Silvestres de Assis) e as demais aves, como estavam com sinais de captura recente, foram soltas no habitat.