Apoio da comunidade é fundamental para manutenção das entidades

EDITORIAL -

Data 08/04/2020
Horário 04:23

Nesse contexto de pandemia do novo coronavírus, o Covid-19, todos os trabalhadores certamente estão preocupados com a manutenção do sustento de seus lares e famílias. Não é em vão, uma vez que a necessidade de implantar um isolamento social para combater o avanço da doença gera uma desestabilização natural da economia, como tem sido observado no mundo todo. Este cenário afeta não só as casas brasileiras, como também as entidades socioassistenciais, que realizam trabalho sem fins lucrativos no município e agora temem o comprometimento do serviço ofertado para a comunidade prudentina.

Como já foi defendido inúmeras vezes neste espaço, as entidades são uma extensão do trabalho exercido pelo poder público. Muitas vezes, nos espaços em que as administrações se mostram omissas, esses incansáveis voluntários se unem para dar todo o suporte necessário para quem mais precisa e, assim, fazer valer a garantia de direitos a todos prevista na Constituição Federal. É importante frisar que os governos, em todas as suas esferas, têm adotado medidas positivas para amparar todos os trabalhadores nesse momento, a fim de evitar que fiquem sem renda para se alimentar ou pagar suas contas. No entanto, também se torna necessário nas atuais circunstâncias que todos se unam para garantir a sobrevivência das instituições filantrópicas.

Isso porque, passado este cenário de crise, as entidades precisarão estar em funcionamento para prestar todo o atendimento que as famílias necessitam para a superação da vulnerabilidade social e de outras mazelas sociais. E, para que isso ocorra, as entidades não podem estar quebradas. Sendo assim, a colaboração de toda a população nesse momento é fundamental. Famílias que estejam em situação de estabilidade podem escolher a entidade mais próxima de sua casa ou com o trabalho que mais se identificam e, a seu modo, fazer uma doação que viabilize a continuidade do serviço, o qual não pode parar. E essa doação pode ser a mais simples possível: tudo conta, tudo vale.

As instituições de terceiro setor são muito importantes para a construção de uma sociedade mais igualitária e merecem a nossa atenção nesse período de desestabilização econômica. Vamos nos mobilizar, conforme nossas disponibilidades, para a sua imprescindível manutenção.

Veja também