Isadora Crivelli - Buracos dificultam e tornam perigoso embarque e desembarque dos ônibus

Foto: Isadora Crivelli - Buracos dificultam e tornam perigoso embarque e desembarque dos ônibus

CRATERAS

Buracos próximos a ponto de ônibus

Inconveniente preocupa moradores do Jardim Humberto Salvador, pois dificulta a parada dos coletivos e torna arriscado embarque e desembarque de passageiros

  • 22/01/2020 06:33
  • MARCO VINICIUS ROPELLI - Especial para O Imparcial

Os moradores da Rua Luzia Marquesi Domingues na altura do número 548, em frente a um conjunto habitacional de funcionários públicos no Jardim Humberto Salvador, em Presidente Prudente, enfrentam um problema. Os buracos tornam o ponto de ônibus que utilizam bastante perigoso. Isso porque, pela proximidade das crateras com o meio-fio, os ônibus não conseguem estacionar na distância correta para o embarque e desembarque de passageiros, estes, por sua vez, se distraídos e desavisados, ainda correm o risco de pisar nos buracos e se machucar.

Tudo isso seria menos preocupante, se a menos de 20 metros do ponto de ônibus não estivesse localizada a Vila da Dignidade, um lar de idosos da Prefeitura de Prudente, onde há 24 residências com mais de duas dezenas de residentes da melhor idade, todos inseridos no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais). Eles também utilizam o local para pegar o transporte coletivo municipal, colocando-se em risco.

O denunciante da situação degradante do ponto é, na verdade, porta-voz de todos os moradores ao redor que se incomodam com a situação. O professor e morador do conjunto habitacional em frente ao ponto, Antônio Marcos Donaton, 67 anos, afirma que os buracos, que há mais de quatro meses atrapalham motoristas dos coletivos e munícipes do bairro, estão crescendo, especialmente na época de chuvas, o que faz aumentarem suas preocupações.

Antônio já viu casos preocupantes ocorrerem em situações semelhantes. No local, onde também havia buracos sobre a calçada (esses já foram consertados depois de denúncias e já demonstram rachaduras e afundamento do concreto), um idoso da Vila da Dignidade tropeçou, caiu e quebrou a clavícula e o pé. Antônio ressalta que não só os idosos, mas pessoas com dificuldade de mobilidade e até crianças se arriscam por lá.

A única coisa que os moradores solicitam é que a administração municipal resolva este problema antes que adversidades parecidas se repitam.

PREFEITURA AFIRMA

QUE SERÁ RESOLVIDO

Questionada pela reportagem, a Prefeitura de Presidente Prudente, por meio da Secom (Secretaria Municipal de Comunicação), destacou que “tem ciência dessa situação, que ocorre por conta das intensas chuvas comuns neste período e informa que já está na prioridade da Operação Tapa-Buracos atender este local, já nos próximos dias”. A operação foi determinada pelo prefeito em exercício Douglas Kato Pauluzi (PTB).

ÚLTIMAS DO AUTOR