José Reis - Possíveis alterações no horário de funcionamento foram prorrogadas por 60 dias

Foto: José Reis - Possíveis alterações no horário de funcionamento foram prorrogadas por 60 dias

PRAZO DETERMINADO

Daesp garante voos da madrugada em Prudente por mais 60 dias

Medida foi tomada para que passageiros e companhias tenham tempo de se programar; pelo menos, três pousos e decolagens podem sofrer mudanças no aeroporto

  • 01/05/2019 04:00
  • GABRIEL BUOSI - Da Redação

Após anunciar que, a partir de hoje, o Aeroporto Estadual de Presidente Prudente teria alterações no horário de funcionamento, no que tange a três voos entre 0h e 6h, o Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo) suspendeu e manteve, por até 60 dias, os horários atuais dos pousos e decolagens. A decisão foi tomada após uma reunião com as secretarias estaduais de Turismo, Logística e Transportes, assim como a Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas). “A mudança alteraria o horário de pousos e decolagens de 24 horas para 18 horas [6h à 0h]”, expõe o Daesp.

Os voos da madrugada são: decolagens, às 5h20 (Gol) e às 5h35 (Azul), e pouso, à 1h10 (Azul). Ainda de acordo com o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo, a medida se deu também com base na “preocupação” em manter o atendimento à população e garantir o funcionamento do aeroporto ao possibilitar, assim, que os usuários e as empresas aéreas tenham mais tempo para se ajustar, antes da validade da medida sem que ninguém ou nenhum serviço sejam prejudicados.

Vale lembrar que no início do mês, quando a reportagem noticiou a medida, o diretor regional da Aviesp (Associação das Agências de Viagens do Interior de São Paulo), Marcos Antônio Carvalho Lucas, comentou que a situação poderia ser vista como positiva e negativa, dependendo do ponto de vista. “Para alguns usuários, será uma opção mais flexível o novo horário, mas para as companhias pode representar um problema, com a possibilidade de terem que mudar toda a sua malha, com reflexos inclusive na capital paulista”, lembrou. À época, o Daesp informou que a medida foi aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil, do governo federal.

Visão das companhias

As duas companhias que operam na cidade, no início do mês, informaram que estavam em negociação, na tentativa de reverter tal alteração no horário de funcionamento. Desta vez, ao ser procurada, a Azul Linhas Aéreas esclareceu que “celebra” a revogação da proposta, já que a recuada evitará impactos na operação da companhia.

A Gol Linhas Aéreas, por sua vez, preferiu não se posicionar, ao informar que as informações, caso necessárias, deveriam ser buscadas junto ao Daesp e Abear.