Arquivo - Em média, a redução na conta de energia será de 8,32%, informa Elektro

Foto: Arquivo - Em média, a redução na conta de energia será de 8,32%, informa Elektro

BENEFÍCIO AO CONSUMIDOR

Energia elétrica fica mais barata em 27 cidades regionais

Aos clientes atendidos em baixa tensão, como as residências, redução será de 11,17%, já para os consumidores atendidos em alta tensão, como indústrias, redução é de 2,89%

  • 22/08/2019 07:46
  • GABRIEL BUOSI - Da Redação

A conta de energia em 27 cidades da região de Presidente Prudente ficará mais barata a partir do dia 27, terça-feira. Isso porque, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) homologou novas tarifas para os municípios atendidos pela Elektro. A companhia informou que, em média, a redução será de 8,32%. “O principal motivo para um índice negativo foi a redução dos encargos setoriais”. A Aneel, por sua vez, ressalta que uma negociação em março foi fundamental para a decisão que se tornou um benefício.

A Elektro, por meio de nota, esclareceu à reportagem que o efeito médio a ser percebido por todos os clientes atendidos em baixa tensão, como é o caso dos pequenos comércios e das residências, será de uma redução em 11,17%. “Já para os consumidores atendidos em alta tensão, como indústrias e grandes varejistas, a tarifa terá uma redução de 2,89%”. Em nível de comparação, a companhia ressaltou que em uma residência atendida por ela em que se pagava, por exemplo, R$ 100 na conta de energia, com a nova revisão homologada pela Aneel, esse valor será atualizado para algo em torno de R$ 89.

“A cada quatro anos, conforme estabelece o contrato de concessão firmado com a Agência Nacional de Energia Elétrica, é realizado o processo de revisão tarifária, quando são avaliados os investimentos realizados pela distribuidora”. A companhia lembra, no entanto, que são levados em consideração ainda a qualidade do serviço prestado, os níveis de perdas na rede, os custos com compra de energia e os encargos setoriais e demais itens.

Já a Aneel aponta que suas revisões tarifárias têm sido marcadas, em diversas ocasiões, pela aplicação de índices de reajuste negativos e esclarece que o principal motivo foi a antecipação, em março, de uma negociação envolvendo a quitação do saldo da chamada Conta-ACR (Ambiente de Contratação Regulado), que vai permitir retirar R$ 8,4 bilhões das tarifas de energia elétrica até 2020, dos quais, R$ 6,4 bilhões neste ano.

Municípios atendidos 
Anhumas
Dracena
Estrela do Norte
Euclides da Cunha Paulista
Flora Rica
Flórida Paulista
Irapuru
Junqueirópolis
Marabá Paulista
Mariápolis
Mirante do Paranapanema
Monte Castelo
Narandiba 
Nova Guataporanga
Ouro Verde
Pacaembu
Panorama
Paulicéia
Pirapozinho
Rosana 
Sandovalina 
Santa Mercedes
São João do Pau d’Alho
Taciba 
Tarabai 
Teodoro Sampaio
Tupi Paulista
Fonte: Elektro Redes