Força Tática prende 2 homens por tráfico e associação no João Domingos

Indivíduos foram abordados após a venda de crack em uma praça no bairro; terceiro envolvido segue investigado

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 03/06/2020
Horário 11:07
Arquivo/Roberto Kawasaki - Flagrante ocorreu após denúncia anônima Foto: Arquivo/Roberto Kawasaki - Flagrante ocorreu após denúncia anônima

A Força Tática da Polícia Militar prendeu ontem dois homens acusados por tráfico de drogas e associação para o tráfico, no Conjunto Habitacional João Domingos Netto, em região de Presidente Prudente. Drogas, celulares e dinheiro foram apreendidos.

O flagrante ocorreu após denúncia de que dois indivíduos em veículos diferentes iriam ao bairro para entregar drogas a um terceiro acusado, mais precisamente, em uma praça na Rua Teófilo Bratifich. No local, a equipe visualizou quando um dos investigados surgiu na área indicada.

Na sequência, o outro, em um Fiat/Uno parou próximo a ele e entregou uma sacola preta.

Depois que o motorista saiu, os policiais abordaram o rapaz perto de sua residência, não muito distante de onde estava. Dentro da sacola havia drogas – crack.

Enquanto a ação ocorria, outras viaturas abordaram o motorista do carro, próximo ao Parque Alexandrina. Segundo a polícia, ele é conhecido nos meios policiais.

Apreensão de drogas e

balança em imóvel

No momento da abordagem, os militares perceberam que passou por eles o outro veículo alvo da denúncia, em direção ao João Domingos Netto. O condutor foi abordado e não soube explicar o que fazia no local, sendo que a denúncia dizia que ele receberia a quantia de um quarto indivíduo pela venda da droga localizada.

Houve busca na residência do rapaz abordado com a droga.

Além do entorpecente apreendido, também foi recolhida uma porção de maconha, bem como uma balança de precisão.

Os acusados foram conduzidos até a Central de Flagrantes da Polícia Civil, onde o delegado Marcelo Silva Costantini elaborou o boletim de ocorrência sobre tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Dos acusados, os dois primeiros abordados permaneceram presos.

SAIBA MAIS:

Publicidade
eixosp

Veja também