Fotógrafo prudentino realiza exposição virtual

Buscando entreter quem está dentro de casa se resguardando nesta quarentena, Adriano Kirihara divulga um pouco do seu trabalho, mostrando lugares incríveis

VARIEDADES - OSLAINE SILVA

Data 07/04/2020
Horário 05:38
Reprodução/Adriano Kirihara - Sobre a Antártida, Adriano destaca que é um sonho poder conhecer aquele local Foto: Reprodução/Adriano Kirihara - Sobre a Antártida, Adriano destaca que é um sonho poder conhecer aquele local

Um conteúdo rico em cultura para quem gosta de fotografia se entreter um pouco nesse momento em que as pessoas, em todo o mundo, recebem notícias e mais notícias assustadoras sobre o novo coronavírus. Respeitando a quarentena e para passar melhor esse tempo de isolamento social, revendo trabalhos antigos o fotógrafo Adriano Kirihara teve a ideia de presentear apreciadores de sua arte em exposições virtuais em seu site www.adrianokirihara.com.br.

“É uma programação que dá para ver em família. Eu recebi alguns elogios de pessoas que são nordestinas, viram a exposição e comentaram: ‘meu avô sempre fala isso, vou mostrar para ele’. Então em muitas imagens as pessoas se identificam, porque são trabalhos fotográficos antes de tudo documentais. Como eu sou um fotógrafo documental e meu trabalho praticamente é todo empregado em livros didáticos, para escolas, então as imagens contam histórias”, explica o fotógrafo, revelando que reserva um tempo para fazer isso, pois na verdade dá bastante trabalho, e sem visar retorno financeiro.

Ele revê alguns trabalhos, algumas expedições até como uma forma de estudo, e usa isso também para pensar em novas ideias e projetos para quando tudo isso amenizar. As exposições estão sendo montadas em vídeos, pois ele acredita que facilita para as pessoas. No site, também tem galerias. Mas está criando exposições exclusivas e algumas com fotos inéditas.

“Os temas são bem variados, já são quatro exposições no ar, uma sobre a ‘Antártida’, outra sobre os ‘Sertões’, tem uma exposição para quem gosta de fotografias noturnas, com técnicas de star trail [riscos das estrelas - onde capturamos o movimento do planeta terra em relação ao universo], e tem uma sobre a ‘Comunidade Quilombola, os Kalungas’. Nesse lugar, é como uma viagem ao passado. Muitas famílias ainda vivem com luz de lamparina e sem saneamento básico”, expõe Adriano.

COMPROMISSOS

REAGENDADOS

Adriano comenta que financeiramente, infelizmente, acredita que todos serão afetados de qualquer forma. Ele diz que ainda não sentiu o impacto, pois não trabalha com fotografias de eventos. Mas, ouve muitos colegas dizendo que estão sendo cancelados trabalhos que já eram esperados. Editoras passando por adequações.

“TODOS OS LUGARES POR ONDE PASSEI FORAM MARCANTES, MAS A ANTÁRTICA... É UM SONHO PODER CONHECER AQUELE LOCAL. E GOSTO MUITO TAMBÉM DO SERTÃO, QUE É MUITO RICO EM CULTURA”

Adriano Kirihara

“Eu tinha uma expedição agora para o final de abril, onde ia conduzir um grupo de fotógrafos num veleiro, seria a expedição Costa Brasileira. Conversei com os participantes e vamos adiar para o segundo semestre. No segundo semestre, também tenho agendada a expedição Sertões”, menciona.

DESDE CRIANÇA ELE

AMA A FOTOGRAFIA

Adriano conta que é fotógrafo desde pequeno. Mas quando ingressou na faculdade de Jornalismo, foi onde aprendeu as técnicas e o que poderia fazer usando uma máquina. Desde então, não parou mais de fotografar e estudar. Profissionalmente trabalhou um tempo em TVs- afiliadas à Rede Globo - e depois acabou saindo do jornalismo para ajudar nos negócios da família. Mas nunca deixou de fotografar.

“Fui voltando e as coisas foram acontecendo. Sempre me interessei pela fotografia outdoor, um ambiente que eu posso desenvolver o trabalho que gosto, ou seja, viajar, conhecer culturas, povos, comunidades, costumes e paisagens. Todos os lugares por onde passei foram marcantes, mas a Antártida... é um sonho poder conhecer aquele local. E gosto muito também do sertão, que é muito rico em cultura, ainda preserva danças ancestrais, a gastronomia e as paisagens são incríveis! Faço sempre workshops para o Nordeste e os fotógrafos que participam voltam encantados por conhecerem aqueles lugares!”, exclama Kirihara.

SERVIÇO

Quem quiser distrair a mente pode acessar os vídeos do fotógrafo Adriano Kirihara por seu site: www.adrianokirihara.com.br e ainda ver outras inúmeras fotografias em seu Instagram: @adrianokirihara.

Foto: Reprodução/Adriano Kirihara

Ele diz gostar muito também do sertão, que é riquíssimo em preservação de cultura

 

 

Publicidade
eixosp

Veja também