Governo lança aplicativo nesta terça para cadastro no auxílio emergencial

Valor será disponibilizado para garantir renda mínima às famílias em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia do coronavírus

REGIÃO - DA REDAÇÃO

Data 06/04/2020
Horário 17:03
Agência Brasil - No máximo, duas pessoas por família poderão receber o auxílio emergencial de R$ 600 Foto: Agência Brasil - No máximo, duas pessoas por família poderão receber o auxílio emergencial de R$ 600

A Prefeitura de Presidente Prudente, por meio da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), informa que o Ministério da Cidadania lançará amanhã o aplicativo para que os trabalhadores sem cadastro em programas sociais se candidatem ao auxílio emergencial de R$ 600, que será disponibilizado para garantir renda mínima às famílias em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia do coronavírus, o Covid-19.

Segundo a SAS, poderão se inscrever maiores de 18 anos que se enquadrem em um dos seguintes requisitos: MEI (microempreendedor individual); contribuinte individual ou facultativo do RGPS (Regime Geral de Previdência Social); trabalhador informal inscrito no CadÚnico (Cadastro Único), sendo que quem não estiver cadastrado poderá fazer uma autodeclaração no aplicativo; ou ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março deste ano.

Vale reforçar que as pessoas que recebem Bolsa Família e estão no CadÚnico não precisam fazer inscrição, pois receberão o valor automaticamente, na mesma conta em que recebem o benefício, a partir do dia 16 deste mês, seguindo calendário do programa.

Já aos que não recebem o Bolsa Família, mas estão cadastrados no CadÚnico e se encaixam nos critérios, será aberta uma conta digital e também receberão automaticamente.

É importante ressaltar que o benefício será concedido às famílias com renda mensal por pessoa de até meio salário mínimo, ou seja, R$ 522,50, ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos, isto é, R$ 3.135 mil, e àquelas que não tenham tido rendimentos tributáveis em 2018 acima de R$ 28.559,70. A data limite para inserção de dados no CadÚnico foi até dia 20 do mês passado.

No máximo, duas pessoas por família poderão receber o auxílio emergencial de R$ 600. As mulheres chefes de família monoparental terão direito a receber o benefício em dobro, ou seja, R$ 1,2 mil. O governo federal reitera o pedido para que as pessoas não procurem neste momento as agências da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil nem se dirijam aos Cras (Centros de Referência de Assistência Social).

Quem não está inscrito no Cadastro Único precisa esperar a disponibilização do aplicativo. Já o cronograma de pagamento será detalhado na próxima semana.

 

Serviço

Para saber se você está no CadÚnico, basta baixar o Aplicativo "Meu CadUnico" no celular ou acessar o site aplicacoes.mds.gov.br/sagi/consulta_cidadao.

Veja também