Entra na folia

Hoje tem desfile das escolas de samba em Prudente

O brilho das fantasias e carros alegóricos toma conta da Avenida João Gomes, em frente ao Balneário da Amizade

OSLAINE SILVA - Da Redação • 11/02/2018 00:59:01

. Foto: José Reis, As quatro escolas que saem como Liga das Escolas de samba contam a história do carnaval

Desde a sexta-feira, o clima na Avenida João Gomes, em frente ao Balneário da Amizade, em Presidente Prudente, é de puro carnaval. O som de DJs, bandas e blocos estão tomando conta do espaço transformado pelo Governo Municipal, por meio da organização da Setur (Secretaria Municipal de Turismo) e Aespp (Associação das Escolas de Samba) no sambódromo da cidade para o PrudenFolia 2018. E neste domingo, às 21h, a folia é para quem gosta de ir para a avenida assistir ao desfile das escolas de samba.

Como já publicado neste jornal diário, neste ano o público verá algo diferente. Na passarela do samba G.R.C (Grêmio Recreativo Cultural) Real Grandeza, Unidos de Quem Vier, Academia do Sereno e Se Sair é Milagre virão compactadas como uma, denominada Liga Independente das Escolas de Samba.

Fazendo parte da Aespp, desfilam Independentes da Zona Leste e Renascer da Operária, além da convidada Unidos de Vila Alegrete, de Martinópolis.

 

Renascer

“Eu como presidente vejo que o carnaval precisa de muito apoio para que possamos fazer uma festa bonita. Esse é nosso primeiro ano como escola e queremos surpreender! Com ajuda da comunidade, fizemos o carnaval com amor. Se tiver apoio e seriedade conseguimos fazer uma festa bonita e de qualidade”, destaca Vanderci Gonçalves, presidente da Renascer.

Segundo o carnavalesco da escola, Sérgio Aparecido Alves, 230 integrantes entrarão na avenida desenvolvendo o tema que fala da gastronomia de países que trouxeram sua culinária para o nosso país: “Cardápio Variado”.

O tema estará explícito em dois carros alegóricos e um abre alas, além de oito alas, dentre elas: “Espaguete e vinho”, “Gaúchos” (churrasco), “Baianas” com o seu acarajé, “Fast food (pizzas), “Comer comer” com as crianças fantasiadas de Tio Sam, entre outras.

“A escola que foi campeã por duas vezes em tempos passados, mesmo trabalhando na dificuldade vai fazer bonito na avenida... Surpresa! [risos]”, faz suspense o carnavalesco.

 

Tema afro

A Zona Leste vem com 200 participantes e apresentará ao público presente o tema afro “Navio Negreiros, Liberdade, mas nem tanto”, que segundo Carlos Roberto Siquieri, carnavalesco da escola, conta um pouco da história dos negros que vieram para cá acreditando na liberdade, mas não foi bem assim. Além de abordar problemas atuais como a diversidade, a falta de moradia, entre outros assuntos.

A escola também desfila com dois carros alegóricos, um representando o navio negreiro e outro a diversidade. “Mesmo em meio a tantas dificuldades, todos se envolvem e sempre tentam fazer um carnaval bonito. Trabalhamos durante o ano inteiro e estamos animados para esta noite. Acreditamos até que este será um dos melhores carnavais. Nossa escola está alegre, colorida, com muitas estampas. Esperamos fazer um bonito espetáculo”, acentua Siquieri.

 

O carnaval

As quatro escolas que saem como Liga das Escolas de samba contam a história do carnaval até os dias de hoje. De acordo com Silvio Moreira, presidente da Unidos de Quem Vier, 300 integrantes das agremiações prometem dar o melhor de si na avenida.

“Estamos saindo sem verba nenhuma, mas com o amor pelo carnaval no coração. Cada escola terá seu mestre sala e porta bandeira carregando seu pavilhão e também suas rainhas. Teremos alas trazendo garçons, vaqueiros, mágicos, domadores, baile de máscaras, algodão doce, palhaços entre outras que relembram a ‘Origem do carnaval’. Acreditamos que com a nova proposta da Liga o carnaval possa vir crescer. Estamos fazendo cultura para a população, logo, precisamos de apoio”, acentua o carnavalesco na ativa desde 1984.

 

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste